Edição digital
PUB
Media

Now e Euronews assinam acordo de parceria para produção e difusão de conteúdos

O protocolo estabelecido entre os dois canais garante ao Now acesso privilegiado a conteúdos da Euronews, que também disponibiliza as instalações ao canal da Medialivre para a produção de reportagens e notícias. Em troca, recebe produções do Now, que arranca a 17 de junho

Luis Batista Gonçalves
Media

Now e Euronews assinam acordo de parceria para produção e difusão de conteúdos

O protocolo estabelecido entre os dois canais garante ao Now acesso privilegiado a conteúdos da Euronews, que também disponibiliza as instalações ao canal da Medialivre para a produção de reportagens e notícias. Em troca, recebe produções do Now, que arranca a 17 de junho

Sobre o autor
Luis Batista Gonçalves
Artigos relacionados
Audiências: TVI e Pay TV atingem valor mais elevado do ano em Maio
Media
ERC deteta irregularidades na Global Media
Media
O que pode ler na edição 958 do M&P
Media

O Now e a Euronews assinaram um acordo de parceria para a produção e difusão de conteúdos informativos nos dois canais noticiosos. A entrada em vigor do protocolo estabelecido acontece nas próximas semanas. “Com esta parceria, teremos acesso privilegiado a conteúdos da Euronews e está assegurada a possibilidade de desenvolvimento de conteúdos exclusivos para o Now nos estúdios da Euronews. Também o Now disponibilizará conteúdos de produção própria ao canal europeu”, informa o novo canal noticioso da Medialivre, que também detém a CMTV, o Correio da Manhã, a Sábado, o Record, o Negócios e a TV Guia, numa publicação nas redes sociais.

Com o lançamento agendado para 17 de junho, o canal abandonou a palavra News do logotipo apresentado publicamente a 3 de maio, passando agora a apresentar-se apenas como Now. A grelha de programação foi fechada em meados do mês. Além dos políticos António Costa, Fernando Medina, Pedro Santana Lopes, Rui Rio e o bispo Américo Aguiar como comentadores, o canal vai ter Judite Sousa e André Coelho Lima como analistas políticos. A médica Graça Freitas, diretora da Direção-Geral da Saúde entre 2018 e 2022, é outro dos nomes confirmados.

PUB

Optimista, um programa com o ex-primeiro ministro António Costa, é uma das novidades da grelha, que recupera a tradição de exibir noticiários de 15 minutos à hora certa. Eduardo Dâmaso, diretor-geral adjunto da Medialivre, lidera o jornalismo de investigação e os temas judiciais, que terão um programa autónomo. Além de Pedro Mourinho e Janete Frazão, dois dos principais pivôs do canal, o Now conta com Inês Rodrigues, que abandona a CNN Portugal. Marisa Caetano Antunes também trocou a SIC pelo Now. A música do canal, assinada por Elvis Veiguinha, produtor musical e consultor de audio branding, foi gravada com a Orquestra Sinfónica de Praga.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
PUB
Publicidade

Vitacress desvenda nova assinatura em campanha da McCann Lisboa, On Spot Net, Souza Filmes e Upstairs

“Folhas que respiram e inspiram” é o novo mote que a marca do Grupo RAR assume no mercado português. Para o promover, além de um concurso que oferece viagens de helicóptero e fins de semana no Craveiral Farmhouse, decorre uma campanha publicitária que se prolonga até 31 de agosto

A Vitacress tem uma nova assinatura, “Folhas que respiram e inspiram”, um conceito que está a ser promovido através de uma campanha multimeios que resulta de uma colaboração estreita entre a marca alimentar do Grupo RAR, a agência publicitária McCann Lisboa, a agência de marketing On Spot Net, a produtora audiovisual Souza Filmes e o estúdio de design Upstairs, apurou o M&P. O planeamento de meios da comunicação publicitária, que decorre entre 17 de junho e 31 de agosto, está a cargo da Initiative.

“A campanha e o novo mote vão estar refletidos no ponto de venda, através de faixas promocionais e de uma imagem mais moderna das embalagens. Além disso, serão difundidos em rádio, em múpis, no digital e no website oficial da marca, assegurando uma vasta cobertura com vista ao envolvimento do público”, informa a Vitacress em comunicado de imprensa.

Para além de estar a ultimar a pós-produção dos filmes publicitários que integram a ação promocional, a insígnia está também a dar a conhecer a nova assinatura através de um passatempo que oferece viagens de helicóptero e fins de semana no Craveiral Farmhouse. “Com esta promoção e o nosso novo mote, reforçamos o elo entre a natureza e o consumidor, proporcionando não apenas produtos de qualidade superior, mas também experiências”, refere Nuno Crispim, diretor de marketing da Vitacress.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

Audiências Euro 2024: Transmissão Portugal x Chéquia dá à SIC 62,8% de quota

Primeiro jogo da seleção nacional impacta nas audiências da SIC, que com a transmissão da partida liderou no total do dia, com 26,6% de share, seguida da TVI (13,3%) e da RTP1 (8,5%)

Dia 18 de junho de 2024 fica marcado pela estreia de Portugal no Euro 2024. A equipa das quinas entrou a vencer no europeu, com uma vitória por 2-1 frente à Chéquia. Uma vitória arrancada a ferros, com o golo da vitória a surgir já no tempo de compensação, pelo “espalha-brasas” Francisco Conceição.

Com transmissão na SIC, a primeira do canal neste Europeu, o jogo foi visto por um total de 5,3 milhões de portugueses, correspondendo a uma audiência média de 3,4 milhões de telespetadores e a um share de 62,8%. O encontro, que também teve transmissão na Sport TV, foi visto por um total de 336 mil telespetadores no canal de subscrição, a que correspondeu uma audiência média de 201 mil telespetadores e um share de 3,7%.

O primeiro jogo da seleção nacional no Euro 2024 teve um forte impacto nas audiências da SIC, que graças à transmissão da partida, liderou no total do dia com um share de 26,6%, seguida da TVI com 13,3% de share e da RTP1 com 8,5% de share. Destaque ainda para a Sport TV, que com um share de 1,6% no total do dia, foi o quarto canal de ‘pay-tv’ mais visto do dia, ficando atrás apenas dos canais de informação CMTV, CNN Portugal e SIC Notícias.

Primeiro jogo de Portugal no Euro 2024 mais visto do que primeiro jogo do Mundial 2022 e Euro 2020

O jogo de estreia de Portugal no Euro 2024, quando comparado com os primeiros jogos das duas últimas competições (Mundial de 2022 e Euro 2020), foi o mais visto em canal aberto. Verificou-se uma audiência média de 3,4 milhões de telespetadores (+51% do que o primeiro jogo de Portugal no Mundial frente ao Gana).

A nível de share, o jogo de terça-feira foi o que verificou um share mais baixo, ainda assim superior a 62%. Importa referir que os jogos Hungria x Portugal, do Euro 2020 e o Portugal x Gana, do Mundial de 2022, registaram valores mais elevados de share, devido ao horário de transmissão dos jogos que se realizaram durante o horário laboral. Ou seja, menos pessoas viram os jogos Hungria x Portugal e Portugal x Gana, mas entre as pessoas que estavam a ver televisão a percentagem de pessoas que estava a acompanhar o jogo foi superior.

Portugal X Chéquia com pico máximo de 3,8 milhões de telespetadores

O jogo de Portugal contra a Chéquia registou uma tendência de crescimento ao longo de toda a emissão. Os golos só surgiram na segunda parte, sendo esta a que registou maiores níveis de audiência. Provod abriu o marcador a favor da Chéquia às 21h19, provocando a primeira subida nas audiências.

Depois de uma ligeira diminuição das audiências, às 21h27, com o golo do empate de Portugal, voltou a verificar-se um novo crescimento da audiência. Às 21h44 voltou a registar-se um crescimento das audiências com o golo anulado a Diogo Jota, que deixou os portugueses em suspense à espera da intervenção do vídeo-árbitro.

Cinco minutos mais tarde, às 21h49, no segundo golo de Portugal apontado por Francisco Conceição, verificou-se um novo crescimento da audiência, tendo sido neste momento que se verificou a audiência máxima do programa.

Perfil jogos vs população: Portugal X Chéquia na SIC

Relativamente ao perfil do jogo transmitido pela SIC, o Portugal x Chéquia registou uma maior afinidade junto de um público masculino, de faixas etárias mais jovens (+45 anos) e classes sociais médias (B e C).

Os jogos da seleção nacional apresentam um perfil mais transversal do que os jogos do Europeu em que Portugal não participa. Nos jogos da seleção nacional verifica-se uma menor diferença entre homens e mulheres e uma maior afinidade junto de faixas etárias mais jovens.

 

Elaborado por Initiative/ Mediabrands Insight sobre dados CAEM/GFK reproduzidos em YUMI, Telereport –
Mediamonitor; Alvo Ind 4+. Tipologia de audiência: Total Dia; Período da Análise: junho de 2024; Outros: Visionamento residual de canais não auditados, visionamento em diferido noutros dias e outras utilizações da TV como streaming e consolas

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Digital

Há uma nova rede social portuguesa para idosos

Socialização, entretenimento e navegação na internet são algumas das funcionalidades da plataforma (na foto) da startup portuguesa Sioslife, que pretende combater o isolamento social na terceira idade e está disponível para os utentes de cerca de 600 instituições

A startup Sioslife lança a primeira rede social para idosos em Portugal, que  já conta com mais de 16 mil utilizadores, dirigida a quem se encontra em instituições de cuidados para a terceira idade ou autónomo em casa. Disponível a partir de 19 de junho, a plataforma permite que a população sénior faça novas amizades e comunique entre si, através de chamadas, videochamadas e partilha de conteúdos, entre outras funcionalidades.

“Esta é uma rede social dedicada exclusivamente às pessoas mais velhas e tem como objetivo combater o isolamento social, um dos principais problemas associados ao envelhecimento. É uma rede social completamente diferente daquilo que conhecemos e destaca-se pela interface de utilização super simples. Com dois ou três toques no ecrã é possível encontrar amigos na comunidade e estabelecer uma relação de amizade, com apenas mais um toque inicia-se uma videochamada e o dia destas pessoas muda por completo”, explica em comunicado de imprensa Jorge Oliveira, CEO e fundador da Sioslife.

Com a mesma denominação da empresa que a criou, Sioslife, esta rede social pode ser acedida em exclusivo através dos sistemas interativos de inclusão digital da Sioslife (tablets e computadores), presentes em cerca de 600 instituições em Portugal, mas também em Espanha e no Brasil. Tem como base a solução tecnológica da ageTech, de Braga, que em 2023 levantou €2,3 milhões numa ronda de capital. A solução tecnológica facilita o contacto e a partilha de dados entre utentes, profissionais e cuidadores das instituições envolvidas. Socialização, entretenimento e navegação na internet são algumas das funcionalidades disponíveis, adaptadas de forma segura para pessoas com menor literacia digital.

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Digital

Incubeta compra empresa de análise de marketing Persuasion Technologies

A integração da empresa malaia permite à Incubeta oferecer informações mais abrangentes sobre o comportamento do consumidor e o desempenho das campanhas, habilitando os clientes das duas empresas a alcançar resultados de marketing otimizados com maior precisão e eficiência

A Incubeta, empresa que desenvolve, comercializa e implementa soluções de marketing digital, anunciou a aquisição da Persuasion Technologies, companhia tecnológica sediada na Malásia. Apesar de a nova marca Persuasion by Incubeta já estar a ser usada, a conclusão do negócio ainda está, todavia, sujeita a aprovação por parte das entidades reguladoras, um processo de validação burocrática que ainda decorre.

Fundada em 2010, a Persuasion Technologies, que é um dos parceiros certificados do Google Cloud Platform (GCP) na região da Ásia-Pacífico, é especializada em análises de marketing. A integração da Persuasion Technologies permite à Incubeta oferecer informações mais abrangentes sobre o comportamento do consumidor e o desempenho das campanhas, habilitando os clientes das duas empresas a alcançar resultados de marketing otimizados com maior precisão e eficiência.

“Esta fusão estratégica melhora significativamente as nossas capacidades de aproveitar as análises avançadas e a tecnologia em ‘cloud’ para redefinir a eficácia de marketing e a otimização de campanhas”, informa a Incubeta em comunicado de imprensa, acrescentando que “a aquisição contribui para que a empresa amplie os seus serviços de cloud marketing e de inteligência artificial”.

Responsável por impulsionar o ROI e as análises de marketing para mais de 500 empresas, a Persuasion Technologies desenvolveu o seu próprio ‘data warehouse’ de marketing e clientes, o Datalaksa, um serviço de análise de dados, criação de painéis e automação de marketing. “A Persuasion by Incubeta terá acesso ao leque completo de serviços e soluções da Incubeta, incluindo a Seamless Technology, permitindo-lhe oferecer aos clientes um pacote completo de marketing digital”, refere o comunicado.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Cannes Lions

Dentsu Creative é finalista em Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (com vídeo)

O projeto ‘Improbable Housemates’ (‘Dá Espaço À Partilha’) já tinha chegado à ‘shortlist’ na categoria de Direct, em Consumer Services/Business to Business e Single Market Campaign, mas sem ser premiado

O ‘Improbable Housemates’ da Dentsu Creative está na ‘shortlist’ do Cannes Lions 2024 na categoria Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Cidades e Comunidades Sustentáveis), com o website para a Meo, que junta jovens estudantes à procura de casa com idosos que vivem sozinhos e procuram companhia.

Esta plataforma deu origem a uma campanha de Natal, com um filme realizado por Marco Martins. O projeto, em português ‘Dá Espaço À Partilha’, que é agora candidato a Leão em Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, já tinha chegado à ‘shortlist’ do festival de Cannes na categoria de Direct, em Consumer Services/Business to Business e Single Market Campaign, mas sem ser premiado.

 

Sobre o autorCatarina Nunes

Catarina Nunes

Mais artigos

NetAudience: TVI reforça liderança e aumenta vantagem em relação à SIC

O Ranking NetAudience de Entidades da Marktest volta a ser liderado pela TVI em maio, com uma diferença ainda maior em relação à SIC, que ocupa o segundo lugar da tabela. O Ranking NetAudience de Redes da Marktest é dominado pela Nónio, com um alcance de 62,4%, mais 0,6% face ao mês anterior

Em maio, a TVI não só voltou a liderar o Ranking netAudience de Entidades da Marktest, com um alcance de 37,4%, como quase duplicou a diferença em relação à SIC, que ocupa novamente o 2º lugar, com 33,5%. Em abril, a diferença tinha sido de 2,2%. Em maio, atingiu os 3,9%. Os dois canais estão separados por 331.575 utilizadores, uma vez que as plataformas digitais do canal da Media Capital registaram um alcance de 3.212.649 indivíduos e as da estação da Impresa chegaram a 2.881.074 consumidores. Em abril, a diferença tinha sido de 189.777.

O 3º lugar da tabela é ocupado pelo Correio da Manhã, com um share de 33,4% e 2.866.317 leitores, revela a análise de audiências auditadas, agora divulgada. Em comparação com o mês anterior, o título da Medialivre caiu 0,2% e perdeu 20.631 leitores.

Em 4º lugar, figura o JN, com 31,7%, à frente da NiT, que perde uma posição e desce para o 5º, com 28,7%, apesar de ter crescido 1,4% face a abril. A 6ª posição é ocupada pelo Expresso, com 28,4%. O Observador mantém-se em 7º lugar, com 24,4%, a mesma percentagem conseguida pela Flash, que figura na 8ª posição. O 9º lugar do ranking, que a Marktest apresenta mensalmente desde maio de 2019 com os números relativos ao alcance agregado dos títulos das entidades subscritoras com tráfego auditado, é novamente ocupado pelo OLX, com 22,9%.

Com 19,1%, a RTP, que regressa à tabela, fecha o top 10, ocupando o lugar que em abril pertenceu ao Diário de Notícias, que desce para a 11ª posição, com 18,7%. A empresa pública de rádio e televisão conquistou 1.644.175 leitores, mais 35.413 do que o jornal do Global Media Group.

 

 

O Ranking netAudience de Redes da Marktest referente ao mês de maio é dominado pela Nónio, com um alcance multiplataforma de 62,4%, mais 0,6% face a abril, correspondente a 5.362.617 indivíduos. A segunda posição é ocupada pela Media Capital, em 2º lugar com 48% e 4.123.004 pessoas alcançadas. Em 3º lugar, surge a Medialivre, com 44,4%, mais 0,2% do que a Impresa, que figura em 4º lugar com 44,2%.

Estão separadas apenas por 14.338 indivíduos, dado que a rede da antiga Cofina terminou o mês com 3.810.697 utilizadores e a da dona da SIC com 3.689.629. O Global Media Group volta a fecha o top 5 deste ranking, com 41,7%, um aumento de 1,2% em comparação com abril.

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Publicidade

VML faz campanha para nova assinatura global do Santander (com vídeo)

Com produção da Garage, a campanha multimeios abrange televisão, exterior, display e redes sociais, além dos canais próprios do Santander, e estará no ar até agosto

‘Começa Agora’ é a nova assinatura global do Santander, desenvolvida em conjunto com todos os países onde o banco tem operações, que está a ser lançada com uma campanha criada pela VML e produzida pela Garage Films. O primeiro dos dois vídeos vai para o ar a 18 de junho, ao qual se seguirá o segundo em julho.

“A campanha tem dois temas principais, habitação e educação, que têm uma relevância na sociedade e pretendemos  mostrar o nosso papel e impacto”, refere um porta-voz do Santander, em declarações ao M&P.

O conceito criativo baseia-se na premissa de que a vida é feita de mudanças e que cada um decide o quê, quando e como o quer fazer. O Santander apresenta-se como o banco que está disponível para materializar esses desejos e projetos, mesmo quando parecem difíceis de alcançar. Desta forma, o Santander posiciona-se como um banco próximo das pessoas e a campanha irá abordar temas como empreendedorismo, transição energética (na foto), empoderamento financeiro e literacia financeira.

A campanha multimeios abrange televisão, exterior, display e redes sociais, além dos canais próprios do Santander.

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Cannes Lions

Cannes Lions 2024: Conheça os vencedores dos Grandes Prémios (com vídeos)

Health & Wellness, Health for Good, Print & Publishing, Radio & Audio, Outdoor e Pharma são algumas das categorias cujos prémios já foram anunciados

A 71ª edição do Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions, a decorrer em Cannes entre 17 e 21 de junho, já tem vencedores. Na categoria Health & Wellness, a campanha da The Last Barf Bag para a Dramamine rendeu à FCB Chicago o Grande Prémio. O minidocumentário de 12 minutos, produzido pelo Interpublic Group of Companies e pela Sunny Sixteen, explora a subcultura dos sacos para enjoos, traçando o perfil de quatro colecionadores que exibem aqueles que consideram ser os seus tesouros.

Child Wedding Cards, a campanha da UN Women idealizada pela Impact BBDO Dubai, para defender a elevação da idade mínima de casamento para os 18 anos no Paquistão, conquistou o Grande Prémio na categoria Health For Good. O país é, com mais de 4,6 milhões, o sexto do mundo com mais noivas infantis, uma realidade que a organização pretende combater.

Na categoria Print & Publishing, a campanha Recycle Me, da Coca-Cola, onde o logotipo da marca surge com uma aparência desconfigurada, foi a distinguida. Desenvolvida pela WPP Open X em colaboração com a Ogilvy New York, foi inicialmente lançada na Argentina, no México e no Brasil, antes de ser divulgada globalmente.

The Misheard Version, campanha da Golin London que recupera a canção “Never gonna give you up”, um êxito internacional do britânico Rick Astley, ganhou o Grande Prémio na categoria Radio & Audio. Encomendada pela Specsavers, empresa que disponibiliza serviços de audiologia e oftalmologia, a campanha de sensibilização pretende combater o estigma em relação aos testes auditivos.

Na categoria Outdoor, venceram a Lola MullenLowe e a Colenso BBDO. A agência criativa sediada em Madrid viu reconhecidas os anúncios Stairs, Corner e Doorstep, da campanha Find Your Summer para a Magnum, com imagens a preto e branco de consumidores a saborear gelados num dia de inverno.

A agência neozelandesa Colenso BBDO foi distinguida pela campanha Adoptable, também na categoria Outdoor. Produzida pela Nexus Studios para a Pedigree, apela a uma adoção animal responsável, dando a oportunidade a cães que vivem em abrigos, à espera de novos donos, a serem as estrelas de anúncios publicitários da marca.

Na categoria Pharma, foi distinguida a Magnetic Stories da Area 23, agência de Nova Iorque da IPG Health Network Company, com produção da Bro Cinema e realização de Mário Patrocínio. Encomendada pela Siemens Healthineers, divulga um projeto que transforma os sons do exame por ressonância magnética em protagonistas de uma coleção de audiolivros infantis.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Marketing

João Ova Lopes é novo gestor global de patrocínios da Heineken

Na nova função em Amesterdão irá estar responsável pela gestão de parcerias globais da Heineken, com principal destaque para a UEFA (Liga dos Campeões) e Fórmula 1

João Ova Lopes é o novo gestor global de patrocínios da The Heineken Company, com responsabilidade sobre parcerias e patrocínios da marca de cerveja. O profissional troca Lisboa por Amesterdão, após cerca de seis anos na Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, onde desempenhou várias funções de gestã0 de marca.

Licenciado em Gestão na Católica Lisbon SBE, e com mestrado e pós-graduação em Gestão de Marketing e Marketing Digital, respetivamente, João Ova Lopes passou por empresas como a Tabaqueira (Philip Morris International) e a EDP Comercial, antes de iniciar o percurso na área das bebidas.

Na nova função, em Amesterdão, o marketer irá estar responsável pela gestão de parcerias globais da marca Heineken, com principal destaque para a UEFA (Liga dos Campeões) e a Fórmula 1.

The Heineken Company é uma das principais cervejeiras mundiais e, para além da marca de cerveja com o mesmo nome, detém marcas internacionais como Amstel, Desperados, Birra Moretti, Tiger e muito mais.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Cannes Lions

Cannes Lions 2024: Bar Ogilvy ganha Leão de Bronze com ‘The Endangered Typeface’

O projeto vencedor em Digital Craft (Data Visualisation) é uma tipografia em que cada letra representa uma espécie animal e à medida que o número desses animais diminui, a letra correspondente a essa espécie desaparece. “O maior vencedor foi a natureza”, considera José Carlos Bomtempo, CCO e sócio da Bar Ogilvy

Catarina Nunes

A Bar Ogilvy foi distinguida no Cannes Lions 2024 com um Leão de Bronze na categoria Digital Craft (Data Visualisation), com o ‘The Endangered Typeface’, soube o M&P. O projeto desenvolvido em parceria com a Associação Natureza Portugal (ANP), em colaboração com o World Wide Fund for Nature (WWF), pretende sensibilizar a sociedade para a atual sexta extinção em massa de espécies no planeta, que se caracteriza pela perda de biodiversidade.

“Uma ideia tão animal só poderia ganhar Leão. Mas, trocadilhos à parte, o maior vencedor foi a natureza”, comenta José Carlos Bomtempo, CCO e sócio da Bar Ogilvy, em declarações ao M&P.

‘The Endangered Typeface’ é uma fonte viva para proteger toda a vida animal. Nesta tipografia, cada letra representa uma espécie animal e à medida que o número desses animais diminui, a letra correspondente a essa espécie desaparece proporcionalmente. A fonte é atualizada com dados da Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da International Union for Conservation of Nature (IUCN).

No Dia Mundial da Vida Selvagem, a 3 de março, os parceiros deste projeto lançaram uma edição limitada de serigrafias numeradas, alertando para a extinção massiva de espécies em curso no planeta. A coleção de serigrafias (na foto) é composta por 25 posters, um para cada letra/animal, destacando o nível de ameaça de cada espécie e o número restante. Ao fazer um donativo mínimo de €50, qualquer pessoa poderá escolher uma letra e receber um dos posters em casa. Todo o dinheiro angariado reverte para os projetos de conservação natural da ANP/WWF.

Sobre o autorCatarina Nunes

Catarina Nunes

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Meios & Publicidade. Todos os direitos reservados.