Edição digital
PUB
Media

SIC Notícias anuncia nova fase com rebranding e novo logotipo

A partir desta segunda-feira, dia 9 de outubro, a SIC Notícias quer ser mais do que um canal de televisão. A atualidade noticiosa passa a ser abordada numa perspetiva transversal, […]

Sónia Ramalho
Media

SIC Notícias anuncia nova fase com rebranding e novo logotipo

A partir desta segunda-feira, dia 9 de outubro, a SIC Notícias quer ser mais do que um canal de televisão. A atualidade noticiosa passa a ser abordada numa perspetiva transversal, […]

Sónia Ramalho
Sobre o autor
Sónia Ramalho
Artigos relacionados
Summer Black Friday Notino 2024: Um festival de descontos que são um mimo!
BRANDED
Tomás Fragoso integra área de assuntos corporativos da LLYC, que tem nova estrutura
Comunicação
“Há prémios para tudo e para todos, o que pode ser um risco e banalizar o reconhecimento, que está vulgarizado”
Publicidade
Conteúdos da Impresa voltam a estar disponíveis no SAPO
Media
‘Filhos do Euro’ é o segundo anúncio mais memorizado, mas gera menos envolvimento emocional
Publicidade
Primark celebra 30º aniversário do filme ‘O Rei Leão’ com campanha de apelo ao consumo responsável (com vídeo)
Publicidade
Nervo e A Máquina voltam a dinamizar ativações no Sumol Summer Fest
Marketing
Carolina Deslandes brinca com os filhos em campanha da VML para o Montepio (com vídeo)
Publicidade
Animalife promove segurança animal com campanha da FCB Lisboa
Publicidade
Judas põe Kelly Bailey e Lourenço Ortigão a passear em Copenhaga em campanha da Carlsberg (com vídeo)
Publicidade

A partir desta segunda-feira, dia 9 de outubro, a SIC Notícias quer ser mais do que um canal de televisão. A atualidade noticiosa passa a ser abordada numa perspetiva transversal, com o digital a ocupar um espaço mais relevante. Quer seja através da televisão, do telemóvel ou outro dispositivo, a SIC Notícias quer ser o destino da informação.

O canal que inaugurou em Portugal a informação no cabo, em 2001, antecipa-se ao consumo da informação e aposta num movimento de foco no digital, com um novo site e uma nova app. Esta reformulação é acompanhada por uma campanha de publicidade multimeios, em TV, imprensa, rádio, outdoor, digital e multibanco.

PUB

“Quem ligar a SIC Noticias, quem consultar a app ou quem aceder  ao site na segunda-feira vai encontrar algo novo. Fizemos um rebranding e temos um novo logotipo, o que é a primeira vez que acontece desde 2001”, revela em exclusivo ao Meios & Publicidade Ricardo Costa, diretor de informação da SIC Notícias.

“Este foi um processo no qual trabalhámos com a consultora Adyant, que nos ajudou na reformatação e no rebranding. O principal objetivo passa por solidificar a audiência, aumentá-la e manter a nossa força e distinção em targets comerciais. O volume e a quota de mercado são obviamente importantes, não são tudo”, refere. “A SIC Notícias é um projeto com muita solidez empresarial e financeira, sabemos que isso é o garante da nossa independência editorial e não estamos a procurar quota de mercado com destruição de perfil”, avança.

A SIC Notícias quer apresentar-se como um canal mais moderno e mais digital, no sentido em que coloca os conteúdos à disponibilidade dos espetadores, ouvintes e leitores onde os preferirem ver, ouvir ou ler. “Não somos um canal novo, somos um canal que vai fazer uma evolução, talvez a maior que fez na sua história desde 2021. Agora damos um salto do ponto de vista de imagem, sem nenhuma alteração na linha editorial”.

Quais as principais novidades

O início da nova fase da SIC Notícias está marcado para o início da manhã. Às 6 horas, estreia um novo logótipo e grafismo de antena, numa emissão especial conduzida por João Moleira e Mónica Martins, que irá lançar uma sondagem que vai marcar a política e uma investigação judicial sobre um dos casos que mais marcaram a atualidade deste verão.

Aos fins de semana, a Edição da Manhã será apresentada por Cláudio França e Madalena Lourenço, que se estreia no canal. Outra das estreias acontece No Jogo Aberto com Mariana Fernandes, uma jornalista de 26 anos que se junta à equipa da SIC Notícias como comentadora de desporto.

Destaque ainda para uma nova grelha com 7 edições diárias e novos espaços informativos. A estação aposta numa nova dinâmica de pivots, com destaque para o SIC Notícias Manhã, apresentado entre as 10h e as 13h por Marta Atalaya e Guilherme Simões – que regressa como pivot ao canal que ajudou a fundar em 2001.

Para o Jornal do Dia, com Teresa Dimas e Miguel Ribeiro entre as 18h e as 20h, vão estar alguns dos comentadores principais do canal, a que se junta Sebastião Bugalho, contratado pela SIC e pelo Expresso este verão.

A noite vai ser marcada pela estreia do comentário de Pedro Nuno Santos na Edição da Noite, conduzida por Patrícia Carvalho, à qual se junta Rosa de Oliveira Pinto para os debates do Linhas Vermelhas. Destaque para as entrevistas exclusivas com Fernando Medina e Carlos Moedas na Edição da Noite de terça e quarta-feira.

Na sexta, dia 13, a SIC Notícias preparou emissões especiais do “Expresso da Meia-noite” e do “Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer”, ao vivo no Edifício Impresa.

A SIC Notícias amplia ainda a oferta nos podcasts com Iryna Shev, a partir da Ucrânia, com um Diário da Guerra; dois podcasts de comentário, um de Pedro Nuno Santos e outro de Sebastião Bugalho; e a rubrica “Contas Poupança” também vai passar a estar disponível em formato podcast.

Sobre o autorSónia Ramalho

Sónia Ramalho

Mais artigos
Artigos relacionados
Summer Black Friday Notino 2024: Um festival de descontos que são um mimo!
BRANDED
Tomás Fragoso integra área de assuntos corporativos da LLYC, que tem nova estrutura
Comunicação
“Há prémios para tudo e para todos, o que pode ser um risco e banalizar o reconhecimento, que está vulgarizado”
Publicidade
Conteúdos da Impresa voltam a estar disponíveis no SAPO
Media
‘Filhos do Euro’ é o segundo anúncio mais memorizado, mas gera menos envolvimento emocional
Publicidade
Primark celebra 30º aniversário do filme ‘O Rei Leão’ com campanha de apelo ao consumo responsável (com vídeo)
Publicidade
Nervo e A Máquina voltam a dinamizar ativações no Sumol Summer Fest
Marketing
Carolina Deslandes brinca com os filhos em campanha da VML para o Montepio (com vídeo)
Publicidade
Animalife promove segurança animal com campanha da FCB Lisboa
Publicidade
Judas põe Kelly Bailey e Lourenço Ortigão a passear em Copenhaga em campanha da Carlsberg (com vídeo)
Publicidade
PUB
Publicidade

‘Filhos do Euro’ é o segundo anúncio mais memorizado, mas gera menos envolvimento emocional

Estudo de neuromarketing da Wyperformance testa anúncios associados ao Euro 2024 e à seleção nacional de futebol. Objetivo é identificar os que ressoam de forma mais eficaz nos consumidores portugueses. Anúncio da Generali Tranquilidade ‘Avançamos fortes – Pequenos gestos fazem a diferença’ é o que mais se destaca

O anúncio da Meo ‘Filhos do Euro’ é o segundo mais memorizado por um grupo de consumidores, mas é também o que gera um menor envolvimento emocional, face aos anúncios da Sport TV ‘Todo o Euro 2024 só na Sport TV’ e da Generali Tranquilidade ‘Avançamos fortes – Pequenos gestos fazem a diferença’, que é o que mais se destaca. Estas são algumas das conclusões de um estudo de neuromarketing da Wyperformance, desenvolvido em exclusivo para o M&P, que testou estas três campanhas associadas ao campeonato europeu de futebol e à seleção nacional.

“O anúncio da Meo é avaliado negativamente pelos participantes, o que se reflete nos dados neurocientíficos. Nenhum participante observa a referência ‘Portugal tem das taxas de natalidade mais baixas da Europa’, apresentada inicialmente, e o envolvimento emocional é baixo, exceto quando Gui, o bebé do Euro 2016, aparece no vídeo”, revela Benedita Santos, especialista em neuromarketing e comportamento do consumidor na Wyperformance.

A responsável da agência de marketing digital baseado em dados, que integra o Wygroup, acrescenta que “este momento gera um pico de sentimento, mas não é suficiente para melhorar a avaliação geral do anúncio”. Os participantes referem ainda que o conteúdo do anúncio ‘Filhos do Euro’ não está relacionado com futebol, provavelmente por não o associarem com os anteriores anúncios da marca.

‘Avançamos fortes – Pequenos gestos fazem a diferença’, da Generali Tranquilidade, é o anúncio mais mencionado no pós-teste

Ao avaliar este anúncio isoladamente, porém, não há um entendimento relativamente à associação entre ambos, o desporto e a marca, refere o estudo. Em termos de memorização, este anúncio é o segundo mais mencionado pelos participantes, por utilizar uma gravidez, que é um tema empático e forte, criando e reservando um espaço na memória dos inquiridos.

“Avaliando todos os outros dados, como o autorrelato, a resposta galvânica da pele e o batimento cardíaco, acreditamos que o objetivo deste anúncio em específico não foi bem conseguido, não apresentando nenhum resultado significativo nos parâmetros biométricos”, salienta Benedita Santos. O estudo, realizado a 4 e 5 de junho com base em alguns anúncios relacionados com o UEFA Euro 2024 publicados até à data, tem uma amostra heterogénea de 20 pessoas, 50% homens e 50% mulheres, com idades entre os 20 e os 51 anos.

Para obter uma comparação direta, os resultados da avaliação dos anúncios foram analisados numa escala de zero a cinco, a partir da recolha de dados neurocientíficos (GSR, autorrelato, ‘eye-tracker’), quantitativos e qualitativos. 90% dos participantes no estudo gostam de ver futebol, sendo que 71% gostam de assistir a jogos independentemente do campeonato ou clube e 18% preferem apenas os jogos da seleção nacional.

“40% dos inquiridos estão a par das notícias relacionadas com o campeonato europeu, mostrando que a amostra é conhecedora e interessada no tema, e conferindo relevância aos resultados obtidos”, garante a responsável da WYperformance.

95% reconhece clareza

A clareza dos anúncios foi avaliada positivamente em todos, por 95% dos participantes, com 75% a afirmarem que estão alinhados com a imagem das respetivas marcas. “Ao combinar análises qualitativas, quantitativas e neurocientíficas é possível compreender profundamente como diferentes elementos dos anúncios influenciam a perceção e o envolvimento emocional do público”, argumenta a especialista da Wyperformance.

No caso do anúncio da Generali Tranquilidade, ‘Avançamos fortes – Pequenos gestos fazem a diferença’, há um aumento gradual da frequência cardíaca e da resposta galvânica da pele (GSR), bem como um aumento da dilatação das pupilas, quando os participantes reconhecem o jogador João Neves, o que sugere um forte envolvimento emocional. Este envolvimento atinge um pico no momento do golo, o que, segundo a Wyperformance, demonstra a capacidade do anúncio em captar a atenção do público.

“Curiosamente, embora os logótipos da marca e da Federação Portuguesa de Futebol estivessem presentes durante todo o anúncio, 85% dos participantes só observam o logótipo da marca no final, indicando que a atenção estava predominantemente centrada na narrativa visual”, salienta a especialista. No questionário pós-teste, o anúncio da Generali Tranquilidade é o mais mencionado.

‘Todo o Euro 2024 só na Sport TV’ tem menor memorização

Em comparação com os outros dois anúncios, este destaca-se a nível da memorização, intimamente ligada ao envolvimento emocional dos participantes, revelado pelo aumento constante da resposta galvânica da pele e também dos batimentos cardíacos, atingindo um pico no momento do golo. O objetivo deste estudo neurocientífico é identificar os anúncios que geram maior impacto emocional e envolvimento, ressoando de forma mais eficaz junto dos consumidores portugueses.

Anúncio Sport TV impacta pessoas mais velhas

O anúncio ‘Todo o Euro 2024 só na Sport TV’, por seu lado, tem um impacto significativo numa população mais velha, possivelmente devido aos momentos históricos que o anúncio recorda. Regista-se um pico de emoção no momento em que o guarda-redes Ricardo defende um golo, no Euro 2004, e festeja. Já o golo de Éder em 2016, e a imagem final de Cristiano Ronaldo emocionado, demonstra uma relevância afetiva junto do geral dos inquiridos.

“Todos estes momentos geram um envolvimento emocional profundo, demonstrando a eficácia do anúncio em evocar memórias positivas e fortalecer a ligação emocional com a marca”, refere Benedita Santos.

Neste anúncio da Sport TV, a especialista em neuromarketing e comportamento do consumidor salienta ainda o autorelato positivo, tal como se regista no ‘Avançamos fortes – Pequenos gestos fazem a diferença’, da Generali Tranquilidade, em que os momentos chave revelam um aumento da frequência cardíaca e da resposta galvânica da pele, indiciando o envolvimento emocional dos participantes no estudo.

Benedita Santos, especialista em neuromarketing da WYperformance

O nível de memorização do ‘Todo o Euro 2024 só na Sport TV’, no entanto, é mais baixo, o que se pode dever à falta de uma narrativa empática com os visualizadores. “O anúncio retrata apenas momentos históricos, falhando na parte humana que se mostra eficaz nos outros anúncios”, remata Benedita Santos.

Para uma leitura mais afinada e sistematizada, a metodologia de neuromarketing da Wyperformance faz um mapeamento por cores sobrepostas nos ‘frames’ dos anúncios, que correspondem às reações emocionais e foco de atenção dos participantes, ao que aparece na ecrã.

“O momento que gera mais envolvimento emocional é determinado através do GSR e da frequência cardíaca. O mapa de calor representa os locais observados, em que as cores mais fortes, vermelho, amarelo, laranja, indicam onde fixaram mais o olhar, enquanto as cores mais claras, como os azuis, representam áreas observadas de forma mais rápida”, diz.

Todos os anúncios geram conexão

Por outro lado, a atribuição de estrelas (de uma a cinco) em quatro parâmetros (nível de interesse, atenção, memorização e envolvimento emocional) permite uma comparação direta entre todos os anúncios. “Na memorização, por exemplo, contabilizamos quantas vezes cada anúncio foi mencionado em primeiro lugar, segundo, etc”, refere Benedita Santos.

“No envolvimento emocional, fazemos uma comparação direta entre todos, através da resposta galvânica da pele e da frequência cardíaca. Um aumento consistente e crescente dos batimentos cardíacos e da GSR, ao longo do vídeo, indica envolvimento emocional e atenção”, afirma a responsável, que revela que o anúncio da Generali Tranquilidade é o que mais se destaca junto de todos os participantes e que nenhum dos anúncios testados é considerado incapaz de conectar com o espetador.

Sobre o autorCatarina Nunes

Catarina Nunes

Mais artigos
Marketing

Nervo e A Máquina voltam a dinamizar ativações no Sumol Summer Fest

O Sumol aposta novamente na criatividade da agência da WYgroup e na produtora das edições anteriores, para atrair mais festivaleiros ao stand da marca e dar a conhecer o ‘rebranding’ que tem em curso para assinalar o 70º aniversário da insígnia

O stand da Sumol na edição deste ano do Sumol Summer Fest foi novamente desenvolvido pela agência Nervo, em parceria com a produtora A Máquina. No ano em que comemora o 70º aniversário, a marca que dá nome ao evento aposta no rebranding que tem em curso, para dar a conhecer o novo posicionamento e campanha através de ativações. Uma das principais atrações é uma carrinha de distribuição grafitada, que esconde no porta-bagagens puzzles com as novas imagens promocionais e que, em equipas, os participantes vão ter de montar, ao som da canção de Marco Paulo que acompanha o anúncio televisivo.

“Entre sermos patrocinadores de festivais que não são nossos ou customizar-mos um festival em colaboração com os nossos parceiros, preferimos optar por este caminho, em parceria com a Música no Coração. Foi uma decisão que tomámos há anos. A música é uma plataforma muito importante na nossa interação com os jovens”, explica ao M&P Miguel Garcia, diretor de marketing da Sumol Compal em Portugal e Espanha.

Para além de um alinhamento musical mais urbano, o festival, que se realiza na praia de São João na Costa da Caparica, pelo segundo ano consecutivo, a 5 e 6 de julho, volta a apostar forte na arte urbana para potenciar as ativações promovidas pelas marcas que patrocinam o evento. No seguimento de um desafio feito aos alunos da World Academy, foi criado o mural que dá as boas vindas ao recinto, com a curadoria da artista e formadora Tamara Alves, reforçando o apoio da Sumol aos criadores emergentes.

“Fazemos um investimento forte para melhorar a vivência do espaço e as experiências de ativação que vamos ter e para mantermos a relevância na marca. Este ano traz um reforço substancial de investimento. Também por conta do rebranding, há muitos materiais para substituir, a que se somam as plataformas de ativação, que são maiores porque este espaço é maior. Estamos também a investir na plataforma Sumol Zero, que queremos dinamizar”, revela Miguel Garcia, sem todavia adiantar valores de investimento. A única informação que revela é que a insígnia cresceu 6% em faturação em 2023, face ao ano anterior.

À semelhança da marca, também o festival tem vindo a ganhar dimensão, atraindo ao novo recinto 40 mil visitantes em dois dias. “O Sumol Summer Fest cresceu, está mais maduro. E com ele cresceu também a sua comunicação, que apresenta agora uma linha visual mais minimalista, alinhada com as referências do target, urbana, com atitude e ‘straight to the point’. O conceito, ‘É o que és’, mantém-se, no entanto, intocável, pois é ele que legitima a evolução que se vive de ano. É este o nosso grande desafio a cada edição, estar em cima do que acontece e dar uma resposta à altura”, afirma Miguel Pires, cofundador, sócio e diretor criativo da Nervo.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Publicidade

Judas põe Kelly Bailey e Lourenço Ortigão a passear em Copenhaga em campanha da Carlsberg (com vídeo)

Gravado na capital da Dinamarca, país de origem da marca de cerveja, o filme publicitário explora o estilo de vida que faz dos dinamarqueses um dos povos mais felizes do mundo. Além de televisão, exterior e digital, a campanha também está a ser divulgada em cinema

O casal de atores Kelly Bailey e Lourenço Ortigão protagoniza ‘Discover Carlsberg’, a campanha publicitária que a Judas concebeu para promover a marca cervejeira dinamarquesa Carlsberg, em Portugal. Lançada a 4 de julho, vai ser divulgada nos principais canais de televisão ao longo das próximas cinco semanas. Com planeamento de meios da Initiative, também vai ser exibida em cinema durante quatro semanas e veiculada em digital e no exterior, com mais de cinco mil posições, apurou o M&P.

Com direção criativa executiva de Vasco Thomaz, direção criativa e redação de Ruben Barros, design e direção de arte de Armando Gomes, a campanha tem Pedro Gaspar da PG&Cia como consultor de produção. A produção é da More Maria, com realização de Diana Antunes, produção executiva de Alexandra Dias e direção de produção de Márcia Meireles, que na Dinamarca teve o apoio da produtora Honey Trap.

Bernardo Infante assina a direção de fotografia e David Tutti a direção de arte. Gil Fidalgo assume a direção de som. Com pós-produção da Light Film, edição de Cesar Santos e coordenação de pós-produção de Ricardo Montez, o spot tem correção de cor da Yellow Color, sonoplastia de Victor Mingates da Mute e música original de Bruno Pernadas.

Para além da criatividade, a Judas também é responsável pela amplificação digital da campanha multimeios da insígnia, que integra um filme publicitário que mostra os dois artistas a passear em Copenhaga, procurando perceber o ‘hygge’, o estilo de vida minimalista e descontraído que faz dos dinamarqueses um dos povos mais felizes do mundo.

“Acreditamos que a felicidade e o bem-estar são essenciais e é exatamente isso que queremos partilhar com os nossos consumidores. O que queremos é que esta campanha os inspire todos a descobrir e apreciar as pequenas coisas que tornam a vida verdadeiramente especial, fazendo-o sempre acompanhados de uma Carlsberg”, explica Bruno Albuquerque, diretor de marketing de cervejas e patrocínios do Super Bock Group, que distribui a marca em Portugal.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Digital

89% dos portugueses aproveitam períodos de promoções para fazer compras online

Estudo da GfK encomendado pela Amazon para promover a edição deste ano do Prime Day, campanha de descontos para clientes Prime que se realiza a 16 e 17 de julho, revela os hábitos de consumo online dos portugueses

89% dos portugueses aproveitam os períodos de promoções para adquirir produtos e serviços a preços mais vantajosos, revela o estudo ‘Hábitos de consumo dos compradores online em Portugal’, realizado pela GfK para a Amazon. A análise, divulgada publicamente a 4 de julho, identifica os três fatores críticos que impulsionam o comportamento digital dos consumidores nacionais, apontando o preço (69%) como o mais decisivo, seguido dos descontos (67%) e da garantia de entrega rápida (51%).

“Depois de efetuar uma compra, os consumidores valorizam mais a entrega gratuita (74%), seguida das garantias do produto (64%) e de uma política de devoluções fácil (58%). A confiança nas compras online é muito elevada, com a maioria dos inquiridos (94%) a indicar que se sentem confiantes ou muito c0nfiantes quando fazem compras online”, refere ainda o estudo, encomendado para promover a edição deste ano do Prime Day, campanha de descontos da Amazon para clientes Prime, que se realiza a 16 e 17 de julho.

“Este evento exclusivo regressa a Portugal pelo quarto ano e estamos muito entusiasmados por oferecer aos membros Prime grandes poupanças, através de centenas de milhares de ofertas em todas as categorias disponibilizadas na plataforma. No ano passado, os clientes da Amazon, em todo o mundo, pouparam quase 24 mil milhões de dólares [€22,2 mil milhões] em ofertas e cupões, com os membros Prime a usufruírem da maioria das poupanças”, revelou ao M&P Inês Ruvina, dirigente nacional da Amazon.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Digital

Emissões de carbono da Google aumentam 48% em cinco anos devido à IA

O consumo de eletricidade dos centros de dados (na foto) e as emissões que provêm da cadeia de fornecimento da Google são a principal causa do aumento. A empresa revela ainda que as suas emissões de carbono, em 2023, subiram 13% em comparação com o ano anterior

A Google acaba de revelar que as suas emissões de gases com efeito de estufa aumentaram 48% nos últimos cinco anos, devido à dependência energética da empresa com os centros de dados, para responder às exigências da inteligência artificial (IA). Esta conclusão consta do Relatório Ambiental da Google referente a 2024, no qual a empresa fornece uma visão geral da estratégia de sustentabilidade ambiental e respetivos objetivos e progresso anual para alcançar as metas definidas.

De acordo com o relatório, o consumo de eletricidade dos centros de dados e as emissões que provêm da cadeia de fornecimento da Google são a principal causa do aumento. A empresa revela ainda que as suas emissões de carbono, em 2023, aumentaram 13% em comparação com o ano anterior, atingindo 14,3 milhões de toneladas métricas.

A Google salienta no relatório que o objetivo “extremamente ambicioso” de atingir zero emissões de carbono até 2030 “não será fácil”, devido à “incerteza significativa” em torno do cumprimento deste objetivo, que inclui “a incerteza em relação ao futuro impacto ambiental da IA, que é complexo e difícil de prever”.

Para chegar ao objetivo pretendido de zero emissões de carbono até 2030, a empresa teria de diminuir anualmente a mesma quantidade de dióxido de carbono que emitiu no último ano. Recorde-se que os centros de dados são fundamentais na formação e funcionamento dos sistemas que estão na base dos modelos de IA, como o Gemini da Google, entre outros.

Sobre o autorDaniel Monteiro Rahman

Daniel Monteiro Rahman

Mais artigos
Publicidade

Turismo de Portugal aproveita o Euro 2024 para ‘piscar o olho’ a adeptos estrangeiros

Idealizada pela Dentsu Creative Portugal, a nova campanha publicitária europeia do promotor do turismo nacional está a ser divulgada na Alemanha, França, Espanha e Reino Unido. Exclusivamente digital, tem planeamento de meios da Dentsu Media

Independentemente do resultado em campo, Portugal é o favorito, assegura o Turismo de Portugal na campanha publicitária digital, desenvolvida pela Dentsu Creative Portugal, que acaba de lançar. Aproveitando o alcance mediático e o entusiasmo que a participação da seleção nacional do Euro 2024 gera, a autoridade turística nacional ‘pisca o olho’ aos turistas estrangeiros de quatro países, através de quatro cartazes, com apelos dirigidos aos adeptos, que enaltecem a beleza e a diversidade das paisagens portuguesas.

Intitulada ‘Portugal, Euro’s Favourite in More Than Just Football’ foi concebida no âmbito da participação da seleção nacional no campeonato europeu de futebol e pretende, aproveitando o momento de forma tática, estimular a procura pelo destino Portugal e mantê-lo no topo das preferências dos turistas internacionais. Exclusivamente digital, a campanha tem planeamento de meios da Dentsu Media, soube o M&P.

Com uma forte tradição futebolística, Alemanha, França, Espanha e Reino Unido, países que no primeiro trimestre de 2024 ocuparam as primeiras posições como mercados emissores da Europa para Portugal nos indicadores turísticos de dormidas, hóspedes e receitas, foram os eleitos para acolher a vaga comunicacional, que pretende atrair mais visitantes das quatro regiões.

“O alinhamento da promoção turística com a participação da seleção nacional no Euro 2024 representa uma excelente oportunidade para reforçar a diferenciação do país enquanto destino turístico de excelência. É necessário continuar a promover os inúmeros segmentos de turismo que Portugal possui e que contribuem para Portugal ser um dos países mais atrativos e competitivos do mundo”, justifica Carlos Abade, presidente do Turismo de Portugal.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Publicidade

MOP lança campanha com 11 das maiores marcas, com criatividade da Dentsu

A campanha em que facilmente se reconhece os logótipos das marcas, mesmo estando cortados (na foto), é veiculada em vários formatos OOH da MOP, desde múpis, múpis digitais e grande formato digital, em espaços de grande impacto no Metro de Lisboa e do Porto, e em autocarros

Catarina Nunes

Dove, Heineken, Continente, Worten, Vodafone, NOS, Meo, Lidl, Super Bock, Pingo Doce e Delta são as marcas que fazem parte da campanha “Em Grande é mais fácil reconhecer uma marca”, que a MOP lança a 3 de julho, concebida pela Dentsu Creative, com direção criativa executiva de Ivo Purvis, direção criativa de Miguel Santos e produção de Francisco Magalhães.

“Numa altura em que já temos 600 faces instaladas nas ruas de Lisboa quisemos lançar esta campanha com o objetivo de demonstrar a versatilidade do OOH e, em particular, do ‘novo e variado’ portfolio da MOP, num conceito que ‘obrigava’ a ter marcas que fossem de grande dimensão, com logos de imediato reconhecimento dos consumidores. Foi um privilégio poder contar com estas 11 grandes marcas na valorização do OOH”, refere Vasco Perestrelo, CEO da MOP, citado em comunicado de imprensa.

A campanha conta com redação de João Ribeiro, design 3D de José Barreiro, design ‘motion’ de Miguel Reis e Renato Porfírio e arte final de Hugo Martins, com Carlota Crespo como diretora de conta. A campanha em que facilmente se reconhece os logótipos das 11 marcas, mesmo estando cortados, é veiculada em vários formatos OOH da MOP, desde múpis, múpis digitais e grande formato digital, em espaços de grande impacto no Metro de Lisboa e do Porto, e em autocarros.

Depois da campanha lançada pela MOP em janeiro, “A ideia é o case”, em que foram enviadas versões personalizadas para cerca de 250 das principais figuras da indústria – agências e anunciantes, para anunciar o início de instalação dos equipamentos de Lisboa, a MOP volta a lançar uma campanha no contexto do plano estratégico de se posicionar como “a melhor e a mais completa oferta de OOH”, refere a MOP em comunicado de imprensa.

 

 

Sobre o autorCatarina Nunes

Catarina Nunes

Mais artigos
Marketing

Niu escolhe Dentsu Creative para rebranding que marca início de novo ciclo

O reposicionamento acompanha uma reorganização, em que a produção criativa 360º ganha relevo. A empresa liderada por Nuno Santana abandona a designação ‘brand activation’, substituída por ‘experience agency’, numa altura em que a Niu está a investir €1 milhão no reforço da capacidade de produção

A Niu escolheu a Dentsu Creative Portugal para o rebranding, que marca o início de um novo ciclo na empresa liderada por Nuno Santana. Para além de um novo logótipo, abandona também a designação ‘brand activation’ para se passar a apresentar como ‘experience agency’, com o mote ‘Create the new’. A intenção é reforçar a proximidade com os clientes e realçar a especialização da empresa, que comemora o 30º aniversário em 2024, com a aposta numa estratégia de longo prazo, que pretende potenciar o crescimento da Niu.

“A nova identidade de marca transmite a ambição de termos uma visão mais integrada da empresa, uma nova narrativa de negócio e um propósito cada vez mais partilhado entre todas as equipas. Este rebranding não contempla apenas uma alteração de logótipo, dá início a um novo ciclo na empresa, reposicionando uma marca preparada para um futuro cada vez mais acelerado e mais global”, justifica Nuno Santana, CEO da Niu.

O reposicionamento acompanha uma reorganização que redefine quatro áreas-chave, em que a produção criativa 360º ganha relevo, complementado as áreas de experiências de marca, experiências corporativas e experiências de consumo. “Essa área engloba todo o tipo de produção de forma a garantir a autenticidade da experiência do início ao fim”, explica ao M&P Nuno Santana, que está a investir €1 milhão para expandir a capacidade produtiva da Niu.

“Este investimento permite-nos fazer coisas diferenciadas. Estamos focados em conseguir uma complementaridade interna ainda maior, desenvolvendo áreas difíceis, mas que são que são fulcrais à implementações dos nossos projetos. Vamos investir em áreas técnicas, como a serralharia e a carpintaria, que, não sendo sofisticadas, são muito críticas. O setor da construção atravessa uma fase muito complexa, porque há défice de mão de obra”, refere o CEO da Niu.

“Tudo é experiência. Ativar as pessoas e as suas emoções é o que nos torna líderes na criação de experiências no mercado. Este caminho que estamos a construir é um caminho para o amanhã”, acrescenta ainda Nuno Santana. As redes sociais da Niu já exibem a nova imagem da empresa. A renovação do site deverá ocorrer nos próximos dias.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Digital

Whee, a resposta do TikTok ao Instagram, está a fracassar

Ainda não foi lançado em Portugal e a Malásia é onde o Whee já foi mais descarregado nos dispositivos iOS. A nova rede social da ByteDance está a levantar suspeitas, por ter sido lançada poucos meses após a aprovação da lei que pode banir o TikTok nos Estados Unidos, podendo ser o Whee um plano B

O Whee é a nova rede social dos criadores do TikTok que, tal como o Instagram, permite aos utilizadores publicar e editar fotografias, e enviar mensagens a outros utilizadores. A aplicação foi lançada discretamente a 18 de junho em 71 países, mas segundo o TechCrunch, até 25 de junho, só foi descarregada em 13 mil dispositivos iOS e em pouco mais de 10 mil dispositivos Android, números inferiores aos milhões de downloads mensais do TikTok.

O Whee ainda não foi lançado em Portugal e, até agora, a Malásia é onde foi mais descarregado (2.400 vezes) nos dispositivos iOS. Segundo avança o TechCrunch, a ByteDance, empresa que detém o TikTok, não está a anunciar o Whee através de publicidade no motor de pesquisa da Apple, que aumenta a classificação das aplicações na App Store.

Apesar de ainda ter uma expressão reduzida, a nova rede social da ByteDance está a levantar suspeitas, por ter sido lançada poucos meses após Joe Biden ter aprovado a lei que poderá vir a banir o TikTok nos Estados Unidos. O que significa que é possível que com o investimento que ainda esteja para ser feito, o Whee possa vir a representar um plano secundário para a ByteDance, caso o TikTok seja mesmo banido nos Estados Unidos. A empresa, no entanto, não se pronunciou sobre este tema.

Sobre o autorDaniel Monteiro Rahman

Daniel Monteiro Rahman

Mais artigos
Marketing

Central de Cervejas promove Bandida do Pomar com campanha, concurso e festas com tatuagens (com vídeo)

Para além dos filmes publicitários, com criatividade da FunnyHow, produção da Casper Films e realização de André Caniços, e das ativações no Porto, Lisboa e Algarve, a marca de sidra investiu num passatempo que vai estar a oferecer prémios até setembro

A Central de Cervejas está a promover a Bandida do Pomar com uma campanha publicitária multimeios, um concurso e ativações em festas que incluem a oferta de tatuagens, brilhantes para os dentes e copos reutilizáveis. Para além das versões de sidra tradicionais, a Bandida do Pomar está a comunicar o lançamento de uma edição limitada com sabor a pêssego e do novo formato de um litro da bebida.

Com criatividade da FunnyHow, produção da Casper Films e realização de André Caniços, os spots têm consultoria de produção da Pro(u)d, direção de fotografia de Bernardo Infante e direção de arte de Pedro Vercesi, de acordo com a informação recolhida pelo M&P. No ar até ao final de agosto, a campanha está a ser divulgada em televisão no formato ‘playce’, na Meo Playce e na SIC Playce, que permite aliar a segmentação digital à alcance e impacto do meio televisivo.

Além de suportes exteriores digitais, a comunicação publicitária da marca também está presente nas redes sociais da Meta (Facebook e Instagram), no YouTube, no Spotify e na Glovo, para dar a conhecer o concurso da Bandida do Pomar. Espalhados pelo país estão mais de 180 cofres que podem ser abertos com as caricas das garrafas da sidra. Os interessados nos prémios que se escondem em cacifos da Locky, parceira da Bandida do Pomar, têm de juntar pontos na plataforma digital do passatempo.

“Para os ganharem, terão de registar as caricas, através de um código único que poderão encontrar no interior. Os pontos conseguidos vão servir para, até setembro, sacar cofres recheados de prémios, que vão desde copos da marca, chapéus de sol a merchandising suficiente para vestir os consumidores da cabeça aos pés”, esclarece a Bandida do Pomar em comunicado de imprensa.

Ao longo do verão haverá festas que servem de base às ativações, para aumentar a notoriedade da Bandida do Pomar e potenciar as vendas. No Porto, em Lisboa e no Algarve, estão agendados 12 eventos em esplanadas, bares e discotecas, entre 27 de junho e 27 de setembro. O plano ainda não está fechado, uma vez que ainda há festas por anunciar, mas a estratégia já foi definida pela marca.

“As primeiras 200 pessoas a chegarem a cada um desses espaços receberão um copo reutilizável da marca como oferta. Os mais corajosos também podem sair da festa com uma recordação ousada, uma vez que um tatuador vai estar de serviço para fazer tatuagens permanentes, dentro de um catálogo selecionado. Estarão também disponíveis ‘tooth gems’ [brilhantes para os dentes] para os que quiserem dar mais brilho à pista de dança”, revela o comunicado de imprensa da Bandida do Pomar.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Meios & Publicidade. Todos os direitos reservados.