Edição digital
PUB
Media

Audiências: RTP1 aumenta quota de mercado

O consumo diário de televisão, por indivíduo, continua a registar tendência de quebra, e desce mais uma vez esta semana, cerca de cinco minutos por dia, ficando agora nas 5h15m […]

Meios & Publicidade
Media

Audiências: RTP1 aumenta quota de mercado

O consumo diário de televisão, por indivíduo, continua a registar tendência de quebra, e desce mais uma vez esta semana, cerca de cinco minutos por dia, ficando agora nas 5h15m […]

Sobre o autor
Meios & Publicidade
Artigos relacionados
Audiências: Consumo diário de televisão atinge valor mais baixo do ano
Media
Ikea celebra duas décadas em Portugal com campanha da Uzina (com vídeos)
Publicidade
Carlos Verduras nomeado novo diretor de marketing da Michelin Portugal e Espanha
Marketing
Acne assina campanha da CIN que promove as duas áreas responsáveis por 40% da faturação global da empresa (com vídeos)
Publicidade
Renascença antecipa Rock in Rio Lisboa com lançamento de rádio temática
Media
GCIMedia Group adere à APECOM
Comunicação
FCB Lisboa é a única portuguesa no top 25 das melhores agências em causas sociais
Publicidade
TV: Os programas que dominam as audiências, gravações e redes sociais em março
Media
Impresa reforça oferta digital da SIC e da Opto com dois novos canais
Media
O Escritório põe Anselmo Ralph a oferecer bilhetes para o Rock in Rio com a Galp (com vídeos)
Publicidade

O consumo diário de televisão, por indivíduo, continua a registar tendência de quebra, e desce mais uma vez esta semana, cerca de cinco minutos por dia, ficando agora nas 5h15m diárias.

No que respeita ao share semanal, RTP1, Cabo e ‘Outros’ reforçam a quota de audiência, ao contrário do que acontece com SIC e TVI, que apresentam comportamento oposto, com a TVI, no entanto, a manter a liderança da semana. Assim, a RTP1 reforça o seu share e tem agora 11,0% de quota, ao contrário do que se verifica com a SIC, que desce até aos 14,6% de share semanal, e com a TVI, que também desce e tem esta semana 14,9% de quota. Cabo e ‘Outros’ reforçam, com a Cabo a chegar aos 40,3% de quota, e o ‘Outros’ (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos) a atingir os 17,7% de quota semanal.

Na tabela dos canais mais vistos da cabo, o pódio da semana não tem alterações, continua ocupado por CMTV, CNN Portugal e SIC Notícias. Nas posições que se seguem encontramos Hollywood, STAR Channel, Globo, TVI Ficção e STAR Movies. Nas duas últimas posições do top 10, há reentradas, dos canais AXN e STAR Life.

O futebol ocupa mais uma vez a primeira posição do ranking de programas da semana, desta vez com a Selecção Nacional, no encontro ‘Futebol – Jogo de Preparação EURO 2024/Portugal X Suécia’, transmitido pela RTP1. Nas restantes posições estão o ‘Jornal da Noite’ da SIC, um dos blocos da estreia da nova edição de ‘Big Brother’, da TVI, o programa de humor da SIC ‘Isto é Gozar com Quem Trabalha’ e mais um bloco do reality show da TVI ‘Big Brother – Os Escolhidos’.

Na tabela dos mais vistos da cabo, o informativo da CMTV ‘Grande Jornal – Noite’ continua a liderar, e esta semana na posição seguinte está um conteúdo da SIC Notícias, o ‘Jornal da Noite’. Nas restantes três posição estão de novo programas da CMTV: ‘Investigação CM/Burla no Jet Set’, ‘Investigação Sábado’ e ‘Jornal 7’, que encerra o top 5.

Análise Data Insights do Havas Media Group

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Artigos relacionados
Audiências: Consumo diário de televisão atinge valor mais baixo do ano
Media
Ikea celebra duas décadas em Portugal com campanha da Uzina (com vídeos)
Publicidade
Carlos Verduras nomeado novo diretor de marketing da Michelin Portugal e Espanha
Marketing
Acne assina campanha da CIN que promove as duas áreas responsáveis por 40% da faturação global da empresa (com vídeos)
Publicidade
Renascença antecipa Rock in Rio Lisboa com lançamento de rádio temática
Media
GCIMedia Group adere à APECOM
Comunicação
FCB Lisboa é a única portuguesa no top 25 das melhores agências em causas sociais
Publicidade
TV: Os programas que dominam as audiências, gravações e redes sociais em março
Media
Impresa reforça oferta digital da SIC e da Opto com dois novos canais
Media
O Escritório põe Anselmo Ralph a oferecer bilhetes para o Rock in Rio com a Galp (com vídeos)
Publicidade
PUB
Media

Audiências: Consumo diário de televisão atinge valor mais baixo do ano

Na semana de 8 a 14 de abril, o futebol ocupa a primeira posição do ranking global da programação, segundo a análise Data Insights do Havas Media Group. SIC e TVI aumentam a quota de audiência, RTP1 desce. O canal da Media Capital mantém a liderança semanal por cerca de um ponto percentual

O consumo global de TV desce mais uma vez esta semana e de forma acentuada, caindo cerca de 30 minutos por dia, e ficando agora nas 5h02m diárias, o valor mais baixo do ano, até agora.

Na variação do quota de audiência semanal, SIC, TVI e Cabo reforçam as respectivas quotas de audiência esta semana, RTP1 e Outros descem, com a TVI a manter a liderança semanal. Assim, a RTP1 perde quota de audiência e tem agora 10,3% de quota, ao contrário da SIC, que reforça e atinge os 14,9% de quota de audiência semanal, e da TVI, que reforça também e tem agora 16,0% de quota semanal. A Cabo reforça pela margem mínima, fica com 40,5% de quota, o Outros (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos) desce, tem esta semana 16,6% de quota de audiência.

A CMTV continua na liderança da tabela dos canais mais vistos da cabo, mas nas posições que se seguem há novamente uma troca de lugares, com a CNN Portugal a subir até ao segundo lugar, por troca com a SIC Notícias, que encerra assim o pódio da semana. Nos lugares que se seguem estão a TVI Reality, STAR Channel, Hollywood, TVI Ficção e Globo, e esta semana destaque para o regresso de SIC Mulher e STAR Life à tabela dos canais mais vistos da cabo, ocupam as restantes posições do Top 10.

No top de programas da semana, o futebol continua a dominar o topo da tabela, desta vez com competições europeias: a transmissão de Futebol – Liga Europa/Benfica X Marselha, feita pela SIC, ocupa o primeiro lugar, e o jogo Liga dos Campeões/Paris SG X Barcelona, transmitido pela TVI está na posição seguinte. As restantes posições estão ocupadas pelo reality show da TVI, com Big Brother, seguido por Big Brother – Especial e por Big Brother – Os Grupos.

O programa da CMTV, Notícias CM, continua a ocupar a primeira posição no ranking dos programas mais vistos da cabo, mais uma vez dominado por conteúdos da CMTV. Nas posições que se seguem estão os desportivos Golos: Primeira Parte/Benfica X Moreirense e Golos: Segunda Parte/Benfica X Moreirense, e nas restantes encontramos o Grande Jornal – Noite e Investigação CM/Vidas de Sacrifício.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Media

Renascença antecipa Rock in Rio Lisboa com lançamento de rádio temática

Para além de dedicar espaço em antena à promoção do festival, que se realiza nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho, o Grupo Renascença Multimédia lançou uma rádio digital que só passa música de artistas que já atuaram no evento

Renascença Rock in Rio é o nome da rádio digital dedicada ao festival que o Grupo Renascença Multimédia acaba de lançar no âmbito da parceria estratégia que tem com os promotores do evento. A criação do novo canal insere-se nas comemorações das duas décadas do festival na capital portuguesa. “São horas e horas de muita música com as bandas e os artistas que nos últimos 20 anos fizeram a história do Rock in Rio Lisboa e construíram parte da memória musical de Portugal”, informa a empresa em comunicado.

A Renascença vai também dedicar espaço em antena à promoção do festival ao longo dos próximos meses. “A celebração dos 20 anos do Rock In Rio Lisboa marca também presença no on air da estação. No programa As Três da Manhã, Ana Galvão, Inês Lopes Gonçalves e Joana Marques vão recordar todas as histórias e emoções dos últimos 20 anos do festival. Acontece à terça-feira feira, às 9h15, com a rúbrica Não Sabia”, refere o documento.

“No programa T3, das 17h às 20h30, no decorrer desta semana, Renato Duarte, Filipa Galrão e Daniel Leitão vão perguntar as horas e o minuto certo em que tocou um artista Rock in Rio. Quem souber só tem de ligar e ganhar bilhetes para os vários dias do Rock in Rio Lisboa 2024”, informa ainda o Grupo Renascença Multimédia. A 10ª edição do Rock in Rio Lisboa realiza-se nos dias 15, 16, 22 e 23 de junho de 2024 no Parque Tejo. A Renascença é novamente a rádio oficial do festival, que conta com a atuação de Ed Sheeran, Doja Cat e Scorpions.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

TV: Os programas que dominam as audiências, gravações e redes sociais em março

O futebol continua a dominar as preferências dos telespetadores portugueses. No terceiro mês do ano, segundo os dados oficiais do Social Media Explorer do grupo Marktest, os cinco programas mais vistos foram disputados em estádios

No terceiro mês do ano, o futebol ocupou as cinco primeiras posições do top 10 dos programas. De acordo com os dados oficiais do Social Media Explorer, do grupo Marktest, a primeira posição pertenceu ao jogo de preparação para o Euro 2024, Portugal x Suécia, transmitido na RTP1 a 21 de março, com uma audiência média de 2.019.900 espetadores.

Na segunda posição, ficou o encontro a contar para a Liga Europa, SL Benfica x Rangers FC, transmitido na SIC a 7 de março. Seguiu-se, depois, o Arsenal FC x FC Porto, a contar para a Liga dos Campeões, transmitido na TVI no dia 12 de março, em terceiro lugar.

Nos programas gravados e visionados no próprio dia, a liderança foi ocupada pelo magazine humorístico de Ricardo Araújo Pereira, Isto É Gozar Com Quem Trabalha – Especial Outra Vez Eleições, do dia 11 de março. Nas gravações de sete dias, o melhor programa foi o Taskmaster, transmitido na RTP1 a 20 de março.

Nas redes sociais, na primeira posição da tabela mantém-se em destaque o reality show Big Brother, que este mês terminou o Big Brother Desafio Final e estreou uma nova edição. O programa das manhãs da TVI, Dois Às 10, ocupa o segundo lugar da tabela e, em terceiro, ficou o programa semanal da SIC Fama Show.

O programa da tarde da TVI, Goucha, encontra-se em quarto lugar, à frente da telenovela Senhora do Mar, exibida pela SIC, em quinto lugar. A série Morangos com Açúcar ocupa o sexto lugar, seguida do programa Júlia, da SIC, em sétimo. A novela Flor Sem Tempo, da SIC, surge em oitavo lugar

A finalizar este top 10 encontram-se dois programas da SIC. O programa das manhãs, Casa Feliz, ocupa a nona posição e A Máscara, concurso de talentos com figuras públicas, terminou o mês no décimo lugar.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Media

Impresa reforça oferta digital da SIC e da Opto com dois novos canais

De acesso gratuito e emissão ininterrupta, a SIC Alta Definição e a SIC Replay usam a tecnologia server-side ad insertion, que permite a personalização da publicidade, à semelhança do que já sucede noutras plataformas digitais

SIC Alta Definição e SIC Replay são os dois novos canais digitais de acesso gratuito e emissão ininterrupta que a Impresa acaba de anunciar. Além do site da SIC, podem ser vistos na Opto, a plataforma de streaming da SIC, através do site ou da aplicação móvel. “Este lançamento reforça o nosso compromisso com a inovação e, também, na forma como a SIC proporciona aos utilizadores uma experiência de consumo mais rica e variada”, informa a Impresa em comunicado de imprensa.

“O SIC Alta Definição terá dezenas de episódios de um dos programas mais clássicos da SIC, a correr livremente, juntando várias gerações de entrevistados e conversas, numa proposta que o público conhece e de que gosta e que poderá rever sem custo”, esclarece o documento.

“Já o SIC Replay é um canal para ver ou rever os melhores programas do universo SIC, os programas de sempre, programas recentes, programas antigos, programas clássicos, programas que não via há muito tempo, programas que se calhar nunca viu e vai ver pela primeira vez”, explica a empresa, que aposta no reforço da oferta de canais digitais para atrair anunciantes e aumentar receitas.

“Estas iniciativas não são apenas passos isolados mas, sim, um compromisso contínuo da Impresa em liderar a oferta diferenciada de conteúdos, otimizar a monetização desses conteúdos e proporcionar uma experiência única aos nossos consumidores, combinando o melhor da televisão linear com o melhor do vídeo digital”, assume Bruno Padinha, diretor digital do grupo.

“Com uma curadoria sempre a pensar no espetador SIC, procurámos fazer canais que misturem oferta mais recente com programas de sempre, muitos dos quais estão na memória afetiva do público”, justifica também Pedro Boucherie Mendes, diretor de planeamento estratégico e conteúdos digitais de entretenimento da SIC.

“Este lançamento representa também a adoção de novas tecnologias que vão possibilitar a criação de canais digitais, oferecendo ao utilizador uma experiência semelhante à de um canal tradicional, mas com a flexibilidade de personalizar a publicidade como nas plataformas digitais, graças à adoção da tecnologia server-side ad insertion (SSAI), que vai redefinir a experiência publicitária”, explica o comunicado da Impresa.

“Esta abordagem inovadora permite a personalização da publicidade integrada com a inserção de anúncios diretamente do servidor, garantindo uma transição suave entre o conteúdo e a publicidade, sem interrupções ou perda de qualidade”, refere a dona da SIC e do Expresso.

Os dois novos canais aumentam o número de suportes disponibilizados aos anunciantes e diversificam a oferta aos que consomem televisão através da internet, das aplicações móveis e das plataformas de streaming. “A tecnologia usada representa uma revolução na forma como a publicidade será apresentada aos utilizadores, proporcionando uma experiência de visualização como se de um canal broadcast se tratasse”, garante a empresa.

“Adicionalmente, estes canais assentam numa nova ferramenta de grelha e playout que não só permite a criação de canais lineares como os recentemente lançados, mas também abre a porta a canais pop-up, dedicados a eventos sazonais, como festivais de verão ou outros”, informa ainda a Impresa, que acaba de anunciar a criação de uma agência de talentos e a coorganização da primeira edição europeia do Festival de Cinema de Tribeca.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

Impresa e CML acordam com Robert De Niro a realização de duas edições do Festival Tribeca Lisboa

Os patrocínios ao festival de cinema estão a ser negociados, mas ainda não foram formalizados, avança ao Meios & Publicidade Mónica Serrano, diretora de marketing e comunicação da Impresa e diretora do Atelier Impresa

A Impresa e a Câmara Municipal de Lisboa (CML) assinaram um contrato com a Tribeca Enterprises, cofundada pelo ator, produtor e realizador Robert De Niro, para trazer o Festival de Cinema de Tribeca para Portugal. A primeira das duas edições acordadas acontece entre 17 e 19 de outubro. O Beato Innovation District, sede da Unicorn Factory de Lisboa, centro cultural para startups, scale-ups e unicórnios, é o palco principal do evento.

O alinhamento completo da programação será anunciado no verão, altura em que também serão conhecidos os patrocinadores do festival. “Estamos numa fase de conversações avançadas com várias marcas e empresas, mas ainda não fechámos contratos”, avançou ao Meios & Publicidade Mónica Serrano, diretora de marketing e comunicação da Impresa e diretora do Atelier Impresa.

A programação, a cargo de Cara Cusumano, vice-presidente sénior de programação e diretora do Tribeca Festival, está a ser desenvolvida em parceria com a SIC e com a Opto, plataforma de streaming da Impresa, com consultoria do produtor executivo português Tony Gonçalves, antigo executivo da WarnerMedia.

Para além de uma coleção com curadoria de filmes portugueses e internacionais, o evento inclui “conversas ao vivo com talentos portugueses e internacionais, instalações imersivas, oportunidades de networking e muito mais”, informa a Impresa em comunicado de imprensa.

Robert De Niro e a produtora Jane Rosenthal são os anfitriões do evento em Lisboa. A realizadora Patty Jenkins, a atriz e humorista Whoopi Goldberg e o ator Griffin Dunne são os primeiros oradores confirmados no certame, que também já tem uma edição asiática, o Doha Tribeca Film Festival, o primeiro festival de cinema realizado no Catar.

“Toda a equipa da SIC e da Opto orgulha-se de trazer pela primeira vez este prestigiado festival para a Europa. As nossas principais plataformas vão apresentar o Tribeca Festival Lisboa com o mesmo espírito inovador com que foram criadas”, refere Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa, durante a apresentação do evento, a 11 de abril, no Beato.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

Antonio Ruiz é o novo diretor-geral da AMC Networks International Southern Europe

O profissional assume a gestão de todas as marcas da empresa que tem os canais AMC, Canal História e Odisseia, em Portugal e Espanha, reportando a Eduardo Zulueta, presidente de AMC Networks International

Antonio Ruiz acaba de ser nomeado diretor geral e vice-presidente executivo da AMC Networks International Southern Europe (AMCNISE), empresa televisiva e de produção e distribuição de conteúdos audiovisuais. Ficando responsável pela gestão de todas as marcas da empresa em Portugal e Espanha, reporta a Eduardo Zulueta, presidente de AMC Networks International.

Em Portugal, a AMCNISE detem os canais AMC, Canal História, Odisseia, AMC Break e AMC Crime e, através da Dreamia, que resulta de uma parceria entre a AMCNISE e a NOS, produz e distribui o Canal Hollywood, o Canal Panda, o Panda Kids, o Biggs e o Casa e Cozinha, bem como o serviço de streaming Panda Plus.

Licenciado em administração e direção de empresas pela Universidad San Pablo CEU, Antonio Ruiz foi, até agora, diretor-geral da Warner Bros. Discovery no Reino Unido e na Irlanda, onde liderou a transformação comercial e de equipa.

Anteriormente, assumiu o cargo de diretor-geral do Discovery em Portugal, Espanha e França. Para além disso, ocupou vários cargos no Discovery. Foi vice-presidente global de marketing da Eurosport, diretor sénior de marketing e comunicação da Discovery Networks para o Sul da Europa e diretor de canais da Discovery Networks em Portugal, Espanha e França.

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Media

Canal 11 garante exclusivo da liga feminina de futebol norte-americana

A partir de 14 de abril, o canal da Federação Portuguesa de Futebol passa a transmitir dois jogos da National Women’s Soccer League por jornada. As portuguesas Nádia Gomes e Ana Dias jogam no campeonato

O Canal 11 garantiu o exclusivo nacional da liga feminina de futebol norte-americana e, já a partir de domingo, 14 de abril, passa a transmitir dois jogos da National Women’s Soccer League (NWSL) por jornada. A partida que opõe o NJ/NY Gotham FC ao Kansas City é exibida no canal da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), a partir das 22h50.

A disputa entre o Bay FC e o Seattle Reign FC também será transmitida em horário a anunciar. “Trata-se da 12ª edição da competição que fechou contrato de direitos televisivos no valor de 240 milhões de dólares [€221 milhões] por quatro anos”, esclarece a FPF em comunicado.

Para além de Nádia Gomes, que alinha pelo Chicago Red Stars, a NWSL conta também com a futebolista portuguesa Ana Dias, a jogar no Portland Thorns FC.

Esta época, o NJ/NY Gotham, atual campeão da liga feminina, é novamente candidato ao título, tal como o Bay FC, que se reforçou com Raxheal Kundananji. A zambiana de 23 anos, contratada ao Madrid CFF, detém o recorde mundial de transferências do futebol feminino. Para a ter a jogar na equipa, o clube teve de desembolsar 800 mil dólares (€ 735 mil).

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

Audiências: Consumo diário de televisão volta a cair

Na semana de 1 a 7 de abril, o futebol ocupa a primeira posição do ranking global da programação, segundo a análise Data Insights do Havas Media Group. RTP1 e TVI sobem, SIC desce. O canal da Media Capital mantém a liderança semanal por sete décimas

Depois da subida expressiva registada na semana passada, o consumo global de televisão desce bastante esta semana, cerca de 22 minutos por dia, ficando agora nas 5h32m diárias.

Nas variações das quotas dos canais, RTP1 e TVI reforçam a sua quota semanal, com a TVI a aumentar a vantagem sobre a SIC, enquanto SIC, Cabo e Outros descem, em maior ou menor grau. Desta forma, a RTP1 reforça quota e tem agora 11,1% de quota, já a SIC desce, ficando esta semana com 13,7% de quota semanal, ao contrário da TVI, que reforça até aos 14,4% de quota semanal. Cabo e Outros estão ambos a decrescer, com a Cabo a ficar pelos 40,4% de quota, e o Outros (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos) a descer apenas uma décima, tem agora 18,8% de quota semanal.

A CMTV mantém a liderança do ranking dos canais mais vistos da oferta cabo, mas nas posições seguintes há troca de lugares, com a SIC Notícias a subir à segunda posição dos mais vistos, por troca com a CNN Portugal, que fica esta semana em terceiro. Nos restantes lugares do Top 10 estão STAR Channel, Hollywood, TVI Reality, TVI Ficção, STAR Movies e Globo. A fechar o ranking está o AXN, que regressa esta semana ao Top 10.

O encontro decisivo da Taça de Portugal Placard que colocou frente a frente os rivais de Lisboa: Futebol – Taça de Portugal Placard/Benfica X Sporting, com transmissão na RTP1, liderou destacado a tabela da programação esta semana. Nas posições seguintes estão o Telejornal, também da RTP1, o reality show da TVI Big Brother – Especial, o Jornal da Noite da SIC, e mais uma vez Big Brother, da TVI. Já na oferta cabo, o Notícias CM, da CMTV, ocupa o primeiro lugar no ranking dos programas mais vistos da semana, totalmente ocupado por conteúdos da CMTV. Seguem-se os desportivos Golos: Segunda Parte/Sporting X Benfica, Golos: Primeira Parte/Sporting X Benfica e Tempo de Descontos/V. Guimarães X FC Porto, com Investigação Sábado a encerrar o Top 5 da semana.

Análise Data Insights do Havas Media Group

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
Media

CNN Portugal faz primeira transmissão televisiva HD em rede móvel privada 5G

A final do Millennium Estoril Open, no Estoril, no dia 7 de abril, foi o evento escolhido pelo canal informativo da Media Capital para testar a Private Custom Network, uma nova solução tecnológica disponibilizada pela Altice Portugal

Pela primeira vez em Portugal, a CNN Portugal, em parceria com a MEO Empresas, fez a primeira transmissão televisiva em alta definição suportada numa rede móvel privada 5G, durante o jogo da final do Millennium Estoril Open, no passado dia 7, no Clube de Ténis do Estoril. O evento, que tem a operadora como parceira tecnológica e o canal de notícias como parceiro de media, foi o local escolhido para a demonstração das vantagens que a tecnologia oferece à transmissão de eventos desportivos.

“Face ao elevado número de dispositivos existentes no local, este é o ambiente indicado para colocar em prova uma rede privada, especificamente desenhada e configurada para assegurar uma transmissão em direto, com condições de utilização intensiva da rede móvel, sem falhas e com altíssima qualidade”, informa o canal noticioso em comunicado de imprensa.

Private Custom Network é o nome da nova solução da MEO Empresas que suportou a operação. “Desenhada, planeada e implementada à medida das necessidades de cada empresa, permite combinar o melhor da rede móvel 5G do MEO, com a exclusividade e segurança das redes privadas”, esclarece o documento.

“A solução inclui ainda o acesso a um portal de self-care que vai permitir às empresas a configuração das características da conetividade em cada dispositivo ligado à rede, a parametrização de alertas e notificações, assim como a consulta de relatórios de comunicação e a execução de testes de diagnóstico de conetividade”, informa ainda a estação da Media Capital.

“O nosso canal sempre se caracterizou pela aposta na inovação e na utilização de tecnologia para valorizar a forma como comunicamos com o nosso público. Podermos ser pioneiros é para nós um orgulho, ainda para mais num evento do qual somos parceiros, como é o caso do Millennium Estoril Open”, refere Joaquim Sousa Martins, subdiretor de informação da CNN Portugal.

“Com esta solução inovadora, apresentada pela primeira vez em Portugal, voltamos a estar um passo à frente do setor e do mercado. A nossa estratégia e investimento estão centrados nas necessidades e expetativas dos nossos clientes. Neste caso, exploramos o potencial máximo do 5G com uma solução ao alcance das empresas e organizações portuguesas com impacto positivo na sua produtividade”, esclarece também Nuno Nunes, diretor de vendas B2B da Altice Portugal.

Sobre o autorLuis Batista Gonçalves

Luis Batista Gonçalves

Mais artigos
Media

O que pode ler na edição 954 do M&P

Uma conversa com Vhils, a propósito da colaboração artística com a Mini, a falta de dados de sustentabilidade na publicidade digital e um dossiê especial sobre apostas online são alguns dos destaques na mais recente edição do M&P

Na edição 954 do Meios & Publicidade destaca-se uma entrevista com Vhils, a propósito da mais recente colaboração do artista, também conhecido como Alexandre Farto, com a Mini, marca automóvel da qual é embaixador. Em conversa com o jornalista Luis Batista Gonçalves, Vhils fala sobre o que mais o desafia e entusiasma nas parcerias colaborativas com marcas, e sobre a Solid Dogma, agência criativa que cofundou.

Na rubrica De Portugal Para o Mundo, Tiago Carvalho, diretor-geral da divisão de produtos profissionais da L’Oréal na região Sapmena, partilha a experiência de trabalhar a partir de Singapura.

A ascensão e a inovação no mercado das apostas online são o ponto de partida do dossiê especial desta edição, em que os responsáveis de alguns operadores do setor, como Betclic, Solverde.pt e Betano Portugal, partilham os desafios e as oportunidades desta indústria. Publicidade programática, análise de dados e influenciadores digitais são alguns dos principais investimentos de marketing das empresas de apostas online, num mercado em que a personalização é determinante.

João Ferreira, partner da Deloitte, escreve, por seu lado, um artigo de opinião sobre o papel da hiperautomação na personalização em larga escala, em que salienta a importância do tratamento de quantidades de dados cada vez maiores.

A questão dos dados, aliás, é transversal a outras áreas do marketing, em que a sua ausência impede as agências criativas de terem campanhas digitais mais sustentáveis, escreve o jornalista Daniel Monteiro Rahman, com base num estudo da IAB Europe, entidade europeia para o setor do marketing e da publicidade digital.

 

Sobre o autorMeios & Publicidade

Meios & Publicidade

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Meios & Publicidade. Todos os direitos reservados.