TVI apresenta “Cacau” com farpas à SIC. “Não andamos há três meses a anunciar uma novela”

Por a 16 de Janeiro de 2024

“Cacau”, a nova telenovela da TVI, protagonizada por Matilde Reymão e José Condessa, estreou ontem à noite na TVI em horário nobre, duas horas após ter sido apresentada à imprensa num evento que contou com a presença de grande parte do elenco. Momentos antes da exibição do primeiro episódio, José Eduardo Moniz, diretor-geral do canal, assumiu publicamente o orgulho pela nova produção, filmada parcialmente no Brasil, com recurso a tecnologias de gravação e edição que até agora ainda não tinham sido exploradas na ficção nacional.

“As coisas só são impossíveis até se concretizarem. Esta novela é uma ambição antiga. Portugal é cada vez mais pequeno no universo dos media. Precisamos de nos potenciar de forma ambiciosa. Acreditamos que vai fazer a diferença no que é atualmente a oferta de televisão em Portugal”, assume o responsável, elogiando publicamente o guião de Maria João Costa, a produção da Plural Entertainment e a realização de Edgar Miranda, realizador brasileiro que assinou muitas das produções de ficção da TV Globo e da Record TV.

“Ele trouxe um conjunto de práticas que aportam inovação ao que é produzido em Portugal”, elogiou José Eduardo Moniz, antes de lançar farpas à SIC para justificar publicamente a apresentação de “Cacau” no dia da estreia, um feito inédito ao longo das três décadas de existência do canal. “Nós gostamos de discrição. Não andamos a apregoar que somos os melhores do mundo. Vamos fazendo as coisas com cautela e com ponderação. Não andamos há três meses a anunciar uma novela”, criticou, perante a plateia, o diretor-geral da TVI.

Nos últimos meses de 2023, a SIC anunciou a intenção de antecipar as gravações da telenovela “Mar aberto” por causa das baixas audiências de “Papel principal”, o formato central da estratégia de ficção omnicanal desvendada em setembro. Entretanto rebatizada “Senhora do mar”, a produção fez parte dos formatos apresentados à imprensa no terceiro dia do ano, mas a data de exibição continua a ser uma incógnita. “Estreia no primeiro trimestre [de 2024]”, limitou-se a dizer, na ocasião, Daniel Oliveira, diretor de programas da SIC.

José Eduardo Moniz explica apresentação em dia de estreia

Em declarações exclusivas ao Meios & Publicidade, José Eduardo Moniz explicou a opção de apresentar “Cacau” no dia da transmissão do primeiro episódio. “Nós nunca tivemos uma data completamente determinada. Esta novela esteve para estrear no dia 1 de janeiro. Depois, por uma questão de gestão de orçamento, decidimos atrasá-la. Também não tínhamos interesse nenhum em dar a conhecer à nossa concorrência aquilo que tencionávamos fazer com muito tempo de antecedência”, assume o responsável do canal de Queluz de Baixo.

A luta pela conquista de audiências continua ao rubro. Na segunda semana de 2024, o consumo individual diário de televisão aumentou 16 minutos por dia, com a TVI a reforçar a quota semanal e a SIC a perder terreno. Uma situação que José Eduardo Moniz também não quis deixar passar em branco. “Os números das últimas semanas são muito evidentes em relação ao que pretendemos. Temos pressa. Por isso, vamos devagar”, referiu, repetindo a afirmação que já tinha feito em setembro aquando da revelação da nova grelha.

Presente na apresentação da nova telenovela esteve também Edgar Miranda, o realizador da trama. “Para melhorar o padrão da produção, apostámos na troca de lentes, na transmissão em progressivo e numa fotografia recortada”, explicou em declarações ao Meios & Publicidade. “O que estamos a fazer nunca tinha sido feito em Portugal. As três câmaras trabalham de forma independente, com lentes fixas, lentes japonesas, sem necessidade de uma mesa de corte. Não trabalhamos com zoom. Mundialmente, já são muito usadas”, esclarece.

Exibida após um episódio excecionalmente mais curto de “Festa é festa”, a estreia de “Cacau” foi o terceiro programa mais visto do dia, a seguir ao concurso “O preço certo”, transmitido pela RTP1, que teve 10,8% de rating e 22,5% de share. A nova telenovela da TVI conseguiu 9% de rating e 19,5% de share, ficando atrás de “Big Brother – Desafio final”, que alcançou 10,4% de rating e 19,7% de share. O compacto diário do reality show “Era uma vez na quinta” da SIC, exibido sensivelmente à mesma hora, conseguiu 8,1% de rating e 15,8% de share.

Deixe aqui o seu comentário