Faleceu António Brás Monteiro, conhecido como o “patriarca da impressão”

Por a 6 de Dezembro de 2023

António Brás Monteiro, apelidado  de “Patriarca da Impressão”, faleceu no passado dia 2 de dezembro vítima de infeção respiratória. Tinha 97 anos.

Natural de Pinhel, na Guarda, foi fundador e administrador de várias empresas, nomeadamente a Bertrand & Irmãos, da qual acabou por se tornar sócio, e do grupo Lisgráfica, que fundou em 1973 com António Pedro Ruella Ramos e o qual presidiu o conselho de administração ao longo de quatro décadas. Foi ainda proprietário de vários jornais e revistas, como o Comércio do Porto, e presidiu durante várias décadas à holding Gestprint,  onde a família Brás Monteiro é ainda sócia-maioritária.

O Presidente da República lamentou a sua morte, tendo deixado uma nota no site da presidência onde recorda “o cunho de modernização da impressão e distribuição gráfica, que em muito contribuiu para o fortalecimento da indústria dos livreiros e jornais portugueses, em particular da livraria Bertrand e do semanário Expresso”.

Ao longo da carreira recebeu várias distinções e prémios, tendo sido distinguido na presidência de Jorge Sampaio com o grau de Comendador da Ordem do Mérito Empresarial – Classe do Mérito Industrial.


 

Deixe aqui o seu comentário