Privacy sandbox: desbloquear o potencial de uma internet mais privada

Por a 27 de Novembro de 2023

Hanne Tuomisto-Inch Director, Privacy Sandbox Partnerships EMEA

A forma como, atualmente, a publicidade digital funciona precisa de mudar de forma fundamental. As pessoas estão cada vez mais conscientes de como os seus dados são usados on-line e as suas expetativas em relação à privacidade estão a aumentar. Nas últimas duas décadas, como indústria, temos vindo a contar com identificadores, como os cookies de terceiros, que conectam o que as pessoas fazem online com os websites que visitam e com as aplicações que usam. Mas, como muitas tecnologias mais antigas, atingimos um ponto claro de viragem – onde as desvantagens destes identificadores superam os benefícios.

A mudança pode ser um desafio, mas, como indústria, podemos desbloquear soluções inovadoras que protejam, simultaneamente, a privacidade das pessoas e ajudem os negócios on-line a prosperar. A equipa do Privacy Sandbox pensa, profundamente, sobre como equilibrar estas necessidades e continuamos a fazer progressos. Durante a DMEXCO, que decorreu no passado mês de setembro em Colónia, na Alemanha, confirmámos que já quase 100% dos navegadores Chrome têm tecnologias Privacy Sandbox disponíveis, indo ao encontro do cronograma que definimos em 2022. No início de 2024, iremos descontinuar o uso de cookies de terceiros para um por cento dos utilizadores do Chrome, faltando assim menos de um ano para a desativação planeada dos cookies de terceiros no navegador de internet.

À medida que fazemos a contagem decrescente para a próxima fase da remoção dos cookies de terceiros, é importante deixar claro o que é o Privacy Sandbox e o que não é. Em primeiro lugar, o Privacy Sandbox funciona da mesma forma para todos. Todas as empresas e plataformas de tecnologia de publicidade – incluindo o Google Ads – têm o mesmo acesso a dados e capacidades, ao mesmo tempo. Em segundo lugar, não é uma solução independente de tecnologia de publicidade para profissionais de marketing e publishers. Com o Privacy Sandbox, o Chrome e o Android disponibilizam os blocos de construção que os fornecedores de tecnologia de anúncios podem incorporar nos seus produtos – juntamente com outros sinais de segurança de privacidade, tais como os dados de contexto e os dados próprios.

Tal como hoje, as empresas de tecnologia de anúncios irão criar uma vasta gama de soluções inovadoras, utilizando o melhor destas tecnologias para satisfazer as necessidades dos seus clientes. E, finalmente, o Privacy Sandbox não é outro tipo de rastreamento: melhora significativamente a privacidade em comparação com os cookies de terceiros e outros identificadores entre websites. Utiliza uma variedade de tecnologias de melhoria da privacidade — como a agregação de dados, processamento no dispositivo, privacidade diferencial, ruído de dados e ambientes de execução confiáveis — para proteger as informações do utilizador e, ao mesmo tempo, proporcionar funcionalidades úteis para os programadores.

Ao fazer isto, o Privacy Sandbox oculta a identidade do utilizador e minimiza a recolha de dados. Isto contrasta diretamente com os identificadores entre sites – sejam eles baseados em sinais como o endereço IP ou nos dados do utilizador, como endereços de e-mail. Isto permite que um utilizador seja reidentificado em diferentes websites e permite efetivamente a recolha ilimitada de dados entre websites. Muitos na indústria concordam com a nossa abordagem e muitas mais empresas reinventaram as suas soluções com o Privacy Sandbox para web e Android.

Isto inclui a empresa europeia de tecnologia de anúncios RTB House, que está a permitir o remarketing e a ajudar os publishers a ampliarem as suas audiências usando as tecnologias Privacy Sandbox. A alemã Remerge, em parceria com o fornecedor de medição móvel AppsFlyer, construiu a primeira prova de conceito para app remarketing utilizando as tecnologias Privacy Sandbox no Android. A Criteo, que contribuiu ativamente para o Privacy Sandbox desde o início, está atualmente focada em testar as API na Europa.

Quando faltam menos de 50 dias para a descontinuação de 1% dos cookies de terceiros em todo o mundo chegou a hora de todos se prepararem. Caso se trate de um profissional de marketing, veja junto da sua agência e fornecedor de tecnologia de anúncios sobre como adotar soluções de anúncios mais privadas. Caso se trate de um publisher, trabalhe, em conjunto com os seus parceiros tecnológicos, para adotar abordagens de monetização centradas na privacidade. E para todos: audite os seus websites para ver onde está a utilizar os cookies de terceiros para outros casos de uso, como conteúdo incorporado ou ativação de sessões de utilizador em vários sites. Chegou a hora de agir e de se preparar para a web sem cookies de terceiros e o Privacy Sandbox está pronto.

Artigo de opinião assinado por Hanne Tuomisto-Inch Director, Privacy Sandbox Partnerships EMEA

Deixe aqui o seu comentário