Couto e APDP lançam campanha de sensibilização “Próstata sem tabus”

Por a 15 de Novembro de 2023

“Próstata sem tabus” é o nome da campanha de sensibilização que a Couto está a promover em parceria com a Associação Portuguesa de Doentes da Próstata (APDP), uma iniciativa que “tem como objetivo trabalhar na prevenção desta doença através da consciencialização do grande público para a importância do diagnóstico atempado, uma vez que a deteção precoce pode fazer toda a diferença no curso da doença e no sucesso do tratamento”, esclarece a marca histórica em comunicado de imprensa.

“Esta é uma causa que nos é muito próxima e que entrou na vida da nossa empresa de rompante. O cancro é uma doença terrível e as doenças da próstata começam de forma silenciosa. Por isso, é tão importante não só o rastreio, mas começarmos a eliminar os tabus sobre o exame, porque é realmente uma questão que pode salvar vidas”, refere Alexandra Matos Gomes da Silva, administradora da Couto, que sucedeu ao marido, Alberto Gomes da Silva, falecido em maio, vítima da patologia.

“As doenças da próstata fazem parte da história da Couto“, justifica. Além de promover a importância do diagnóstico atempado, a campanha pretende angariar fundos para a APDP através da comercialização do coffret Próstata Sem Tabus, um lançamento de edição limitada que pode ser adquirido, até dia 30 de novembro, na loja física da Couto no Porto e no site da marca. Composto por um creme de barbear, um aftershave, um creme desodorizante e a icónica pasta dentífrica da insígnia, custa 24,74 €. “No final do mês, doaremos 10 % das vendas do coffret e dos produtos para a barba à APDP”, informa a Couto.

“Os fundos angariados servirão para a associação continuar o seu trabalho de sensibilização e de apoio aos doentes e suas famílias. O meu marido, infelizmente, desenvolveu uma doença da próstata já com uma idade avançada, que foi descoberta tardiamente. Apesar do acompanhamento excelente e muito humano de profissionais de saúde de excelência, como o professor doutor Paulo Dinis, veio a falecer com uma prostatite aguda”, recorda Alexandra Matos Gomes da Silva.

“É em memória dele que lançamos esta campanha, para evitar que outros homens e as suas famílias passem pela mesma dor”, justifica. No âmbito do movimento No Shave November, a Couto desafia “os homens portugueses a tratar da barba, sem a cortar durante este mês, para sensibilizar para a importância do rastreio precoce”. “A taxa de sucesso do tratamento é geralmente alta, principalmente quando detetado precocemente”, alerta José Graça Guimarães Gonçalves, vice-presidente da APDP.

Deixe aqui o seu comentário