NetAudience: TVI entra em 2023 a liderar no digital

Por a 14 de Fevereiro de 2023

Com um reach multiplataforma na ordem dos 3 milhões e 796 mil pessoas em janeiro, a TVI entra em 2023 tal como se despediu de 2022, somando agora 11 meses consecutivos de liderança no digital. Além de manter o estatuto de meio de comunicação social com maior alcance digital em Portugal, a estação de Queluz reforça a sua posição ao registar um crescimento do seu reach em janeiro face aos 3 milhões e 667 mil pessoas alcançadas no último mês de 2022, segundo os números agora divulgados pela Marktest. É no segundo posto do ranking NetAudience que surge a primeira mexida, com o Correio da Manhã a ultrapassar a SIC neste primeiro mês de 2023 apesar de ver o seu reach descer ligeiramente, dos 3 milhões e 228 mil pessoas alcançadas em dezembro para 3 milhões 219 mil pessoas em janeiro. Isto porque a estação de Paço de Arcos sofre um recuo, dos 3 milhões e 368 mil pessoas para 3 milhões e 63 mil pessoas alcançadas através das suas plataformas digitais neste arranque do ano, descendo ao terceiro lugar.

O Jornal de Notícias volta a ocupar a quarta posição entre os meios de comunicação social com maior alcance digital em Portugal, com um total de 2 milhões e 964 mil pessoas, números que traduzem um recuo comparativamente com os 3 milhões e 173 mil pessoas alcançadas em dezembro pelo título do Global Media Group. A encerrar o top 5 surge agora a NiT, que sobe dos 2,48 milhões de pessoas para perto de 2,76 milhões, ultrapassando a Flash, que ocupa em janeiro a sexta posição apesar de subir ligeiramente dos 2,64 milhões registados em dezembro para perto de 2,65 milhões no último mês.

Entre os títulos de imprensa, seguem-se o Expresso e o Diário de Notícias. O semanário da Impresa vê o seu reach multiplataforma descer dos 2,41 milhões para 2,28 milhões em janeiro, enquanto o diário da Global Media recua dos 2,12 milhões de pessoas alcançadas em dezembro para 2,08 milhões no último mês.

Entre os títulos do segmento económico não há mudanças. O Jornal de Negócios, da Cofina, mantém a liderança pelo terceiro mês consecutivo, registando uma subida dos 1,47 milhões para perto de 1,5 milhões de pessoas alcançadas. O Dinheiro Vivo, marca de informação económica da Global Media que volta a ocupar a segunda posição, quase duplica o seu reach multiplataforma, passando de cerca de 601 mil pessoas alcançadas em dezembro para aproximadamente 1,11 milhões em janeiro. No terceiro lugar surge novamente o Jornal Económico, que desce das 308 mil pessoas alcançadas no último mês de 2022 para cerca de 243 mil no arranque deste ano.

Nos desportivos há novo líder. O Jogo sobe dos 1,95 milhões para um reach multiplataforma a rondar os 1,97 milhões de pessoas no último mês, tomando a dianteira relativamente ao Record, que recua de 1,96 milhões para 1,84 milhões em janeiro. Segue-se o site MaisFutebol, que vê o seu reach digital diminuir de 1,32 milhões em dezembro para 1,09 milhões no último mês.

Entre os canais de televisão, além da TVI e da SIC, que ocupam o primeiro e terceiro lugares no ranking geral, segue-se a RTP, que desce da 12ª à 16ª posição ao ver o seu reach multiplataforma recuar relativamente ao anterior, passando de 1,67 milhões para 1,3 milhões de pessoas alcançadas através das suas plataformas digitais. Entre as rádios, a RFM mantém o estatuto de estação com maior alcance digital em Portugal conquistado no último mês de 2022, registando um crescimento dos 1,41 milhões de pessoas alcançadas em dezembro para 1,46 milhões no último mês. A TSF volta a surgir no segundo lugar, regista uma subida do reach digital de cerca de um milhão de pessoas alcançadas para 1,15 milhões. A Renascença, que desce de 650 mil para perto de 639 mil pessoas alcançadas, mantém o terceiro lugar, seguindo-se a Rádio Comercial, cujo reach digital desce das cerca de 474 mil pessoas alcançadas no mês anterior para aproximadamente 365 mil pessoas alcançadas em janeiro.

Analisando os resultados por grupo de media, a liderança continua nas mãos da Media Capital, tal como no encerramento de 2022. O grupo dono da TVI entra em 2023 com 4 milhões e 451 mil pessoas alcançadas através das suas plataformas digitais, números que traduzem um crescimento face aos 4 milhões e 442 mil pessoas alcançadas pela Media Capital em dezembro. A segunda posição volta a ser ocupada pelo Global Media Group, embora descendo dos 4 milhões 364 mil pessoas para os 4 milhões e 356 mil pessoas alcançadas em janeiro. A fechar o top 3 continua a estar a Cofina com um reach multiplataforma próximo dos 4 milhões e 353 mil pessoas, uma subida comparativamente aos 4 milhões e 315 mil pessoas registados em dezembro.

A Impresa segue em quarto lugar com 3,81 milhões, recuando face aos cerca de 4 milhões de pessoas alcançadas no mês anterior. O grupo Renascença Multimédia volta a ocupar o quinto lugar, subindo de 1,78 milhões para 1,84 milhões de pessoas alcançadas, seguido pelo grupo RTP, com um alcance de 1,31 milhões, uma quebra relativamente ao reach digital de 1,67 milhões de pessoas registado no último mês de 2022. A Bauer Media Audio Portugal mantém-se em sétimo, com um reach de 485 mil pessoas.

O ranking NetAudience apresenta desde maio de 2019 os números relativos ao reach agregado dos títulos que integram a rede Nónio: aproximadamente 5 milhões e 447 mil pessoas alcançadas em multiplataforma no último mês.

Deixe aqui o seu comentário