De barmen a DJ: O novo projeto de Diogo Anahory e João Pacheco

Por a 2 de Janeiro de 2023

“A grande maioria das marcas precisa de in-house creative directors”. É com esta convicção e propósito que chega ao mercado a DJ, uma nova agência criativa que tem como sócios fundadores dois ex-BAR Ogilvy, Diogo Anahory e João Pacheco. “A criatividade in-house pode manifestar-se tanto à mesa de uma comissão executiva como na criação e implementação de um projeto específico”, afirma Diogo Anahory, profissional que regressa ao mercado publicitário após um ano sabático depois de ter deixado no final de 2021 a BAR, agência que fundou em 2009 com José Bomtempo e Miguel Ralha e que em 2018 foi adquirida pelo grupo WPP.

“Devido a restrições legais estamos impedidos de trabalhar durante o ano de 2022”, podia ler-se no vídeo criado para comunicar ao mercado o lançamento da nova agência, divulgado a par da contagem decrescente para a chegada do novo ano sob o mote “Ready to Play”. “Acreditamos que a criatividade é cada vez mais importante para o sucesso das marcas, o que exige uma proximidade diferente daquela que existe, ou seja, uma presença mais in-house”, reforça João Pacheco, que até julho do último ano integrava igualmente os quadros da BAR Ogilvy, onde era diretor criativo e foi um dos responsáveis pelo projeto Breaking Sirens, que em 2022 venceu diversos prémios, entre eles um leão de ouro em Cannes.

Mais do que clientes, explica-se em comunicado, a agência chega ao mercado com o objetivo de criar relação com as próprias marcas e, sendo fundada por um publicitário e um designer, promover um método de trabalho em que as duas disciplinas estejam “umbilicalmente ligadas, ao contrário do que acontece na maioria dos casos”.

Deixe aqui o seu comentário