Vhils recorre a técnica inovadora para homenagear designer do primeiro Mini

Por a 29 de Novembro de 2022

Alexandre Farto, artista português mais conhecido como Vhils, recorreu a uma técnica inovadora para retratar Sir “Alec” Issigonis, o britânico que desenhou o primeiro mini.

Alexander “Alec” Issigonis, designer e engenheiro britânico, é o protagonista de uma intervenção de grandes dimensões, que decorreu a céu aberto. A obra foi desenvolvida no topo de um silo-automóvel abandonado, em Lisboa.

A obra, com uma dimensão de 30x70m, recorre a uma técnica inovadora chamada “Grid Job”, que Vhils tem vindo a explorar e em que faz uso de pequenas pedras de brita distribuídas de forma a arquitetar uma composição específica. No total, foram usadas 20 toneladas de pedra para dar forma a esta produção artística. A intervenção de Vhils possui ainda a particularidade de ser apenas decifrável quando vista à distância

“Da conceção aos materiais usados, até à execução, a obra de Vhils encapsula a irreverência, inovação e atenção ao detalhe que são traços fundadores da Mini”, realça Gonçalo Empis, head of Mini Portugal. “Estamos muito orgulhosos do resultado final. Sir Alec Issoginis simboliza o impacto duradouro que a criatividade pode ter e a forma como Vhils o homenageou reflete a visão da Mini de como a arte urbana, a sustentabilidade e a diversidade contribuem para cidades mais vibrantes”, afirma, em comunicado.

Por sua vez, Romain Trevisan, CEO do coletivo Cultural Affairs, que reúne as insígnias Vhils, Underdogs, Iminente e Ephemeral Ethernal, considera que “esta intervenção artística, um impactante retrato feito a partir de pequenas pedras de brita, homenageia uma figura central da história do Mini. Um tributo, que é também uma original interação com o espaço urbano, e que vai ao encontro de valores inerentes à Mini como a inovação, a criatividade e o design”.

Deixe aqui o seu comentário