Tolerância zero na venda de cerveja nos estádios do Mundial afeta patrocinadora Budweiser

Por a 18 de Novembro de 2022

A FIFA viu-se obrigada a proibir a venda de cerveja nos estádios onde vão decorrer os jogos do campeonato do mundo de futebol do Catar, depois do pedido feito, há dois dias, pela família real do país muçulmano.

A decisão afeta diretamente a Budweiser, patrocinadora oficial, que investiu 75 milhões de dólares, cerca de 72 milhões de euros, na competição e que espera, agora, ser ressarcida com uma indemnização que pode chegar aos 108 milhões de euros, de acordo com a Fox Sports. 

Em comunicado, a FIFA confirma a decisão e explica que a venda de bebidas alcoólicas será restrita ao Festival de Fãs da FIFA, ou seja, às áreas oficiais de transmissão dos jogos. Os restantes pontos de venda de cervejas e de outras bebidas alcoólicas serão removidos das imediações dos estádios.

Ainda em comunicado, a FIFA reforça que as medidas não afetam a Bud Zero, a cerveja sem álcool da marca, que vai continuar a ser vendida nos pontos de venda à volta dos estádios.

No Catar, o consumo de álcool é bastante restrito e a bebida pode ser consumida apenas em alguns hotéis da capital.

Deixe aqui o seu comentário