NetAudience: TVI volta a crescer e reforça liderança no digital

Por a 14 de Novembro de 2022

Com um reach multiplataforma na ordem dos 3 milhões e 835 mil pessoas, a TVI voltou a ser em outubro, e pelo oitavo mês consecutivo, o meio de comunicação social com maior alcance digital em Portugal. A liderança de Queluz sai reforçada já que os números agora divulgados pela Markest dão conta de um crescimento face aos 3 milhões e 656 mil pessoas alcançadas através das plataformas digitais da estação detida pela Media Capital no mês anterior. Um resultado que permite ampliar a vantagem para a SIC, que mantém a segunda posição no ranking NetAudience e regista igualmente uma evolução positiva. A estação de Paço de Arcos cresceu dos 3 milhões e 267 mil pessoas alcançadas em setembro para aproximadamente 3 milhões e 389 mil pessoas no último mês, consolidando o segundo posto conquistado no mês anterior.

O Jornal de Notícias, que recuperou a terceira posição em agosto, cresce ligeiramente e volta a encerrar o top 3. De acordo com os dados da Marktest, o título do Global Media Group volta a liderar entre os jornais, registando uma evolução positiva do seu reach multiplataforma entre os meses de setembro e outubro, passando dos 3 milhões e 139 mil pessoas para 3 milhões e 142 mil pessoas alcançadas. Já o Correio da Manhã, detido pela Cofina, apresenta novo recuo no alcance digital, passando dos 2 milhões e 973 mil pessoas em setembro para perto de 2 milhões e 776 mil pessoas no último mês analisado.

Tal como em setembro, a fechar o top 5 surge em outubro a Flash, com um reach em linha com o registado no mês em que ultrapassou o Expresso: 2 milhões e 545 mil pessoas. O semanário da Impresa vê o seu reach multiplataforma descer dos 2 milhões e 536 mil pessoas para aproximadamente 2 milhões e 488 mil alcançadas em outubro, acabando por ser agora ultrapassado também pela NiT, que ocupa o sexto posto com 2 milhões e 494 mil pessoas alcançadas no digital.

No segmento económico, o Dinheiro Vivo mantém a liderança conquistada em setembro. A marca de informação económica da Global Media cresce dos 1,52 milhões para 1,59 milhões em outubro. O Jornal de Negócios, que sobe ligeiramente de 1,37 milhões para 1,38 milhões, segue na segunda posição. No terceiro lugar volta a surgir o Jornal Económico, que recupera algum do reach perdido nos últimos meses ao crescer das cerca de 298 mil pessoas alcançadas em setembro para perto de 338 mil pessoas em outubro.

Entre os títulos do segmento desportivo há novo líder. O Jogo cresce de 1,6 milhões para um reach multiplataforma a rondar os 1,71 milhões de pessoas no último mês, tomando a dianteira relativamente ao Record, que volta a recuar, passando de 1,68 milhões para 1,51 milhões em outubro. Segue-se o site MaisFutebol, que vê o seu reach digital diminuir de 1,19 milhões em setembro para 1,17 milhões em outubro.

Entre os canais de televisão, além da TVI e da SIC, que ocupam os dois primeiros lugares no ranking geral, segue-se a RTP, que mantém em outubro a 14ª posição mas com o reach multiplataforma a subir relativamente ao anterior, passando de 1,35 milhões para 1,41 milhões de pessoas alcançadas através das suas plataformas digitais. Entre as rádios, a TSF, regressada ao ranking da Marktest em janeiro, continua a deter o estatuto de estação com maior alcance digital em Portugal, registando um crescimento dos 1,3 milhões de pessoas alcançadas em setembro para 1,63 milhões no último mês. Na segunda posição volta a surgir a RFM, que regista uma subida do reach digital das cerca de 725 mil pessoas alcançadas em setembro para 1,35 milhões em outubro. A Renascença, que sobe de 517 mil para perto de 609 mil pessoas alcançadas, mantém o terceiro lugar conquistado em setembro, seguindo-se a Rádio Comercial, cujo reach digital cresce das cerca de 396 mil pessoas alcançadas no mês anterior para 566 mil pessoas alcançadas em outubro.

Na análise aos resultados por grupo de media, a liderança continua, pelo sexto mês consecutivo, nas mãos do Global Media Group. O grupo que detém títulos como DN, JN, O Jogo ou TSF regista uma evolução positiva no alcance das suas plataformas digitais, passando dos 4 milhões e 299 mil pessoas para 4 milhões e 413 mil pessoas. A Media Capital, que em junho deixou de contabilizar o alcance digital das rádios entretanto vendidas à Bauer, volta a ocupar em outubro a segunda posição, reforçando o reach dos 4 milhões e 263 mil pessoas para os 4 milhões e 392 mil pessoas. A Cofina, que vê o seu reach multiplataforma recuar dos 4 milhões e 193 mil pessoas para cerca de 4 milhões e 86 mil pessoas, mantém-se, tal como no mês anterior, na terceira posição do ranking da Marktest. A Impresa, que segue no quarto lugar, regista uma subida face aos resultados obtidos em setembro, crescendo dos 3 milhões e 933 mil pessoas alcançadas em setembro através das suas plataformas digitais para 3 milhões e 988 mil pessoas em outubro. Seguem-se a Renascença Multimédia (1,77 milhões), a RTP (1,41 milhões) e a Bauer Media Audio Portugal (aproximadamente 660 mil pessoas).

O ranking NetAudience apresenta desde maio de 2019 os números relativos ao reach agregado dos títulos que integram a rede Nónio: aproximadamente 5 milhões e 403 mil pessoas alcançadas em multiplataforma no último mês.

Deixe aqui o seu comentário