AFP disponibiliza curso de fact-checking com apoio da Google News Initiative

Por a 5 de Agosto de 2022

Dotar os jornalistas e estudantes de jornalismo de “ferramentas e técnicas para enfrentar a crescente onda de desinformação e alegações falsas que pululam na internet, com impacto direto na sociedade” é o objetivo de uma formação digital lançada pela Agence France-Presse. Numa iniciativa com o apoio da Google News Initiative, a agência noticiosa disponibiliza a partir desta sexta-feira um curso desenvolvido pela sua equipa de fact-checking, com conteúdos adaptados a qualquer nível de experiência profissional e prometendo “uma formação sem custos para aumentar as competências digitais essenciais e poupar tempo na busca por informações confiáveis em meio a fontes divergentes e capciosas”.

“A rápida evolução das redes sociais e aplicações, e a velocidade da propagação de desinformação faz com que jornalistas precisem estar atualizados constantemente. Queremos partilhar a experiência da nossa equipa de investigação digital com todos os jornalistas, ajudando-os a trabalhar de forma mais eficiente e segura”, explica Phil Chetwynd, diretor global de notícias da AFP.

O curso é composto por 10 módulos em português, com cerca de uma hora cada um, sendo que os conteúdos formativos incluem vídeos, exemplos práticos e exercícios, bem como dicas dos especialistas da agência. “Os cursos mais avançados cobrem técnicas para verificações mais profundas, e o passo a passo para antecipar e lidar melhor com o assédio digital”, acrescenta a AFP em comunicado, onde se antecipa que “nos próximos meses a plataforma será atualizada com novos exemplos, exercícios e webinars”.

Deixe aqui o seu comentário