EDP vai mudar identidade

Por a 2 de Junho de 2022

Miguel Stilwell d’Andrade, CEO da EDP

É um corte radical com a identidade até aqui conhecida da EDP, criada há 11 anos por Stefan Sagmeister. A empresa vai adotar uma nova imagem, desta vez desenvolvida pela agência Pentagram. A apresentação da nova identidade decorreu esta quinta-feira à tarde, no Museu da Eletricidade, em Lisboa, num evento interno transmitido a partir de Lisboa para os mercados em que a EDP está presente, totalizando 13 mil colaboradores. A sessão foi protagonizada pelos membros do conselho de administração executivo, liderados pelo CEO Miguel Stilwell d’Andrade.

A implementação, que será gradual, é já visível nas plataformas digitais da EDP.  O processo irá prolongar-se até 2023. As várias empresas do grupo nos vários países terão uma identidade de marca única, enquanto as empresas E-Redes e a SU Eletricidade mantêm as suas identidades próprias.

O logotipo e identidade gráfica são inspirados na circularidade da natureza, do planeta e das várias fontes de energia renovável, nomeadamente o sol, as turbinas eólicas e hídricas, elementos-chave na estratégia da empresa, que até 2025 quer duplicar a sua capacidade de produção de energia renovável.

É também o fim do vermelho como cor central da empresa. As cores escolhidas para a nova marca – verde, azul e roxo – representam a sustentabilidade da natureza, as energias limpas, a tecnologia e as pessoas.

Na próxima semana arranca a nova campanha de posicionamento institucional, da responsabilidade da agência Havas.

 

Deixe aqui o seu comentário