Worten assume naming de palco dedicado ao gaming no Rock in Rio Lisboa

Por a 27 de Maio de 2022

O Worten Game Stage será uma das quatro áreas da renovada Game Square do Rock in Rio Lisboa, um espaço dedicado ao universo do gaming que integrará o recinto do festival no Parque da Bela Vista. A par de uma Game Zone para a experimentação de jogos, de um espaço da Omen pensado para os adeptos do PC e de uma Secret Arena da Valorant, a nova área do festival dedicada ao gaming contará com um palco com programação própria patrocinado pela insígnia de retalho eletrónico da Sonae.

“Descrito como “um palco ao ar livre, non-stop, dedicado ao universo gamer & fun”, o Worten Game Stage promete que, “através da música, competições amigáveis e interações com o público, fará com que os fãs se sintam verdadeiros avatars a viverem o outro lado da tela”. RicFazeres, Nuno Agonia, Shikai, Joaos92, Diogo Valsassina, Sara Rechena, Movemind, TJI, Imauppa, Impakt, Zorlak e FOX são alguns dos nomes do universo do gaming que estarão em destaque neste palco, que contará, segundo a organização, com “um cartaz repleto de atividades, jogos, música e dança, durante os quatro dias de festival”. Entre os parceiros de programação deste palco estarão também a a escola Jazzy Dance Studios, com intervenções durante as competições do jogo Just Dance, e a SIC, com conteúdos criados pela plataforma de gaming e esports Advnce.

“O gaming continua a ser um importante eixo de ativação estratégico para a Worten, por isso é com grande satisfação que voltamos a juntar forças com o Rock in Rio, para oferecer os melhores momentos de entretenimento aos portugueses”, salienta Mário Pereira, COO da Worten, marca que em 2018, ano de estreia do espaço dedicado ao gaming no festival, assumiu o naming de toda esta área, na altura sob a designação Worten Game City. Nas palavras do mesmo responsávek, a marca pretende agora, com este investimento, “dar, à comunidade gamer e às famílias portuguesas, uma experiência marcante, divertida e diferenciadora, juntando diferentes gerações numa clara democratização do gaming – um fenómeno social que impacta as sociedades atuais de uma forma cada vez mais abrangente”.

“É inegável que, tal como a música, o gaming já é uma linguagem universal. Ele aproxima pessoas, gerações, e é um mercado muito relevante para vários setores, nomeadamente o da música, que se viu impedida durante dois anos de promover conteúdos live – uma das suas maiores fontes de receita – e encontrou no gaming uma nova plataforma de expansão”, aponta Roberta Medina, vice presidente executiva do Rock in Rio. “Esta é a edição do reencontro, com a vida ao vivo, com o entretenimento, e vamos voltar a trazer o gaming para dentro de portas e mostrar todas as suas potencialidades. Estamos confiantes de que a Game Square será um dos espaços mais requisitados pelos milhares de visitantes da Cidade do Rock”, refere ainda a responsável do festival.

Deixe aqui o seu comentário