Marketing no desporto: o caminho mais curto para o coração dos adeptos?

Por a 30 de Maio de 2022

Apostar no amor dos adeptos pela equipa é uma opção segura para aumentar a popularidade da marca em determinados segmentos do mercado. Com esse objetivo em mente são então traçadas diversas estratégias de marketing baseadas no sponsoring de eventos desportivos, equipas e atletas. É que os tempos atuais exigem das empresas uma atenção redobrada com os novos segmentos do desporto online, que não param de crescer.

Patrocínios no futebol

Por exemplo, algo que mostra um sinal dos tempos foi a mudança no patrocínio da equipa Inter de Milão. Os nerazzuri tiveram uma longa relação com a fabricante de pneus, também italiana, Pirelli. Foi 26 anos de parceria, camisolas clássicas e grandes futebolistas com o logo da empresa no peito. Atualmente, o Inter tem como main sponsor a Socios.com, uma empresa especializada em criptomoedas. A ação é uma tentativa de popularizar as criptomoedas através do desporto mais popular da Itália. Em Portugal, por exemplo, em dezembro de 2021, existiu uma campanha pela empresa Bit2Me para divulgar este setor com a Liga de Futebol Portuguesa.

Além de trazer benefícios para as marcas, as ações de patrocínio também são uma fonte de rendimento vital para os clubes. O Benfica, uma das maiores equipas nacionais, tem nos ingredientes do seu sucesso a parceria de longa data com a Central de Cervejas. O acordo entre clube e empresa foi assinado em 2009 e teve a duração de 12 épocas, fator que garantiu ao clube estabilidade financeira para investir e conquistar títulos. Atualmente, os Encarnados contam com patrocínio da principal companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos, a Emirates.

Sponsoring no mundo digital

Não são poucas as empresas que investem fortemente no novo mercado que nasceu dos jogos digitais. Este novo segmento do desporto atrai milhões de adeptos à volta do mundo. Um estudo da Newzoo aponta que, em 2022, o mercado deve crescer 8,7% e alcançar 532 milhões de pessoas ligadas aos desportos eletrónicos.

Não faltam exemplos de empresas consolidadas que mergulharam de cabeça no mundo digital. A Red Bull, que no seu ADN leva o patrocínio a desportos radicais e pouco comuns como marca registada, é uma das pioneiras e já patrocinou campeonatos de Halo, Dota 2 e StarCraft 2. Estima-se que a empresa invista mais de 500 milhões de dólares por ano em desportos eletrónicos.

Foto de Josh Berendes en Unsplash

A Intel, especialista em processadores, tem neste mercado o seu público alvo e um campo perfeito para investir. A empresa americana está nos E-sports desde 2002 e apoia grandes campeonatos de videojogos famosos como CS:GO e Overwatch. O grande trunfo da marca é ser a patrocinadora dos campeonatos profissionais, mais do que de equipas ou jogadores.

Duas empresas do mundo automóvel destacam-se nos desportos eletrónicos: A Honda e a Mercedes Benz pavimentam as vias nesse segmento.

A marca japonesa começou a patrocinar a famosa organização Team Liquid, que conta com equipas de diversos videojogos. A Honda firmou parceria para estar no League of Legends tornando-se, desta forma, a única empresa do setor num dos videojogos mais famosos do mundo.

Já a marca alemã encontrou a parceria ideal junto da ESL, a empresa responsável pela organização dos campeonatos de jogos eletrónicos. Desta forma, a Mercedes entra em diversas competições, oferecendo com o prémio um carro no valor de 50.000 dólares ao jogador de maior destaque.

No campo dos jogos mentais também existe investimento. O xadrez, um clássico jogo de tabuleiro, ganhou as plataformas digitais e constatou que o número de adeptos cresceu exponencialmente. Os patrocínios nesta área são realizados diretamente aos jogadores, como no caso da Chess.com, uma plataforma especializada no jogo, que tem entre os seus patrocinados o desafiante do título mundial Ian Nepomniachtci.

Ainda neste campo, outro jogo com muito sucesso na internet é o poker online, que exige concentração e foco aos seus jogadores. O número de entusiastas cresceu e as empresas especializadas passaram a investir em personalidades do mundo do poker, como jogadores profissionais, e outros setores, como jogadores de futebol, para atuarem como embaixadores e aumentar a difusão das marcas pelo mundo.

Com efeito, a técnica de sponsoring  é uma grande alternativa para ganhar a simpatia, já que os adeptos tendem a associar a imagem dos patrocinados com os melhores momentos da sua equipa, especialmente aqueles que estão estampados na camisola. Patrocinar desportos, reais e digitais, é um caminho curto para ganhar notoriedade junto do público que consome esses conteúdos, e fazer-se notar num mundo cada vez mais competitivo.

* conteúdo iBus Media

Deixe aqui o seu comentário