APECOM adere a rede internacional criada para dar apoio à Ucrânia através da comunicação

Por a 6 de Maio de 2022

A Associação Portuguesa das Empresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas (APECOM) passou a integrar a Ukraine Communication Support Network. Trata-se de uma plataforma, impulsionada pela Public Relations and Communications Association (PRCA) e pela International Communications Consultancy Organisation (ICCO), através da qual profissionais de comunicação de todo o mundo podem apresentar propostas e projetos de comunicação voluntária que “promovam, acelerem e amplifiquem o apoio ao povo da Ucrânia”.

A iniciativa prevê um total de 12 categorias de projetos, que podem ir do apoio ao nível da comunicação junto do próprio governo ucraniano até ao suporte a jornalistas no terreno, quer ao nível dos conteúdos quer no acesso a recursos de reportagem e entrevistas, bem como o desenvolvimento de campanhas para apoiar refugiados e organizações reconhecidas internacionalmente no suporte às vítimas da guerra ou até campanhas com o objetivo de fornecer informação credível e combater a desinformação.

Na sequência desta adesão, as agências associadas da APECOM passam a estar elegíveis para apresentar projetos de voluntariado em comunicação na plataforma Ukraine Communication Support Network/PRCA. Os projetos serão posteriormente analisados e “aprovados por um comité internacional de especialistas na área, que integra júris ucranianos”, esclarece a associação.

As 12 categorias de projetos de voluntariado em comunicação previstos pela plataforma:

1. Secretariado de apoio à UCSN – Fornecer suporte estratégico, administrativo e de conteúdo contínuo para a atividade da UCSN, incluindo gestão de propostas e relatórios, suporte a redes sociais e web, relações com a media;

2. Apoio ao governo ucraniano – Fornecer apoio estratégico diário sobre mensagens, resposta a crises, suporte nas relações com os media aos recursos relacionados na Ucrânia;

3. Media Internacional e Suporte a Jornalistas – Ajudar jornalistas com conteúdo, suporte a entrevistas, acesso a recursos de reportagem;

4. Promover o jornalismo independente na Ucrânia – Campanhas para promover recursos jornalísticos independentes na Ucrânia como fontes de informação confiáveis. As atividades poderão incluir esforços de comunicação para ajudar a angariar apoio financeiro ou outros meios de apoio;

5. Promover o apoio internacional aos refugiados – Campanhas para ajudar organizações reconhecidas de apoio aos refugiados internacionais e esforços para promover a angariação de fundos, voluntariado, políticas públicas ou outras áreas de apoio técnico;

6. Promover o apoio aos refugiados no país – Campanhas para ajudar as organizações de apoio aos refugiados nacionais em esforços para promover a angariação de fundos, voluntariado, políticas públicas e outras áreas de apoio técnico;

7. Apoio à assistência jurídica – Esforços para promover e colaborar com programas de assistência jurídica para promover recursos e políticas para refugiados;

8. Consciencialização pública – Projetos para elevar/manter a atenção pública, incluindo vigílias, manifestações e outros eventos;

9. Suporte à continuidade de negócios – Campanhas para apoiar empresas, instituições culturais e outras comunidades na Ucrânia ou no exílio;

10. Suporte digital, web e desenvolvimento;

11. Suporte de produção de conteúdo e media social;

12. Informações confiáveis/contra desinformação – campanhas e recursos para promover fontes credíveis de notícias e informações; projetos e recursos para combater a desinformação/ desinformação.

Deixe aqui o seu comentário