Esta quinzena no M&P: Amazon Prime, Judas, DDB e Especial Branded Content

Por a 15 de Março de 2022

A crescente popularidade do formatos de branded content e brand entertainment está em destaque na capa da edição desta quinzena do Meios & Publicidade. Uma edição onde encontra as entrevistas a Ricardo Cabornero (Amazon Prime Video), Julio Casal (Ficción Producciones), João Correia Pereira e Pedro Lima (Judas) e João Pedro Corrêa e Alexandra Pereira (DDB). Conheça em pormenor os temas.

“Estamos abertos a considerar produtos 100 por cento portugueses”

Operação Maré Negra é a mais recente aposta da plataforma Amazon Prime Video envolvendo o mercado português. O responsável ibérico pelos conteúdos, Ricardo Cabornero, assegura que está disponível para aumentar a presença de conteúdos nacionais na plataforma. O galego Julio Casal, CEO da produtora responsável pela nova série, defende o modelo das coproduções.

Especial Branded Content: Procura por soluções de branded content mantém rota ascendente

São cada vez mais os projetos onde a presença das marcas nos conteúdos é uma realidade. A procura tem vindo a ganhar ímpeto à medida que os grupos de media ajustam a oferta comercial para capitalizar a atratividade que os formatos de branded content e brand entertainment geram junto dos anunciantes. Responsáveis ouvidos pelo M&P asseguram que esta é uma das áreas com maior potencial de crescimento. Mesmo sem previsões concretas, uma coisa é certa: a procura não deverá abrandar nos próximos anos.

Especial Branded Content: As linhas vermelhas

Para um grupo de media, a integração das marcas nos conteúdos acaba por levantar uma série de questões, não só legais mas também deontológicas. Há linhas vermelhas na implementação deste tipo de projetos?

“Desde que lançámos a Judas que nos propomos a desafiar o mercado e a nós próprios diariamente”

A Judas apresentou uma nova área de negócio focada no mundo do blockchain, metaverso e criptomoedas. João Correia Pereira e Pedro Lima, dois dos fundadores da agência, explicam o objetivo.

Uma relação que não acaba

São cada vez mais os serviços de televisão alternativos à Pay TV mas os números de subscritores das operadoras não descem, tanto em Portugal, como no resto da Europa. Não é essa a realidade dos EUA.

“A network preocupa-se sobretudo com resultados e os nossos têm sido irrepreensíveis”

João Pedro Corrêa assumiu no arranque do ano a direção criativa da DDB Portugal. Numa altura em que se inicia uma nova etapa na vida da agência, o novo responsável pela criatividade e a general manager, Alexandra Pereira, falam sobre a mudança e traçam objetivos.

APCT: Público e Expresso fecham 2021 com mais circulação paga. No papel nenhum generalista escapa às quebras

As dificuldades enfrentadas pela imprensa portuguesa na tentativa de contrariar a erosão das vendas no papel ficam evidentes nos números divulgados pelo mais recente relatório da APCT. Mesmo após as fortes quebras infligidas pela pandemia em 2020, o último ano não trouxe recuperação mas sim um agudizar da situação vivida pela generalidade dos títulos. Nos generalistas, a perda de expressão em banca não poupa ninguém. E entre os 45 títulos aqui apresentados, apenas três escaparam às quebras no papel: TV Guia, Autofoco e Automotive.

Um dia na vida de…

Susana Albuquerque, partner e diretora executiva da Uzina e presidente do Clube de Criativos de Portugal.

Lembrar para não ceder

Artigo de opinião de Ricardo Tomé, diretor coordenador da Media Capital Digital e docente na Católica Lisbon School of Business and Economics.

O lado certo é o nosso

Artigo de opinião de Vítor Cunha, administrador da JLM & Associados.

Kyiv Tweets

Artigo de opinião de Luís Mergulhão, CEO do Omnicom Media Group Portugal.

Deixe aqui o seu comentário