Audiências TV: Canais reforçam quota mas consumo recua 30 minutos com quebra nas gravações e streaming

Por a 17 de Janeiro de 2022

O consumo de TV diário por indivíduo cai significativamente na segunda semana do ano e fica agora nas 5h39m diárias, o que representa uma queda de perto de 30 minutos face ao registado na semana anterior. No que diz respeito às variações de quota de audiência por canal, o Outros é o único a perder share esta semana, uma semana em que RTP1, SIC, TVI e Cabo reforçam o seu share semanal. Assim, a RTP1 sobe muito ligeiramente até aos 10,7% de quota, a SIC também reforça e tem agora 18,2% de share semanal e a TVI sobe também, até aos 17,2% de quota semanal. A oferta Cabo apresenta igualmente tendência de crescimento, ainda que ligeiro e atinge os 36,9%. Já o Outros (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeojogos), está esta semana em contraciclo e decresce significativamente até aos 14,8%.

Na tabela dos 10 canais pagos mais vistos da semana, a CMTV permanece imbatível na liderança, mas há troca nas restantes duas posições do pódio, com a SIC Notícias a subir até ao segundo lugar, e o TVI Reality a descer para terceiro. Nas posições que se seguem estão a CNN Portugal, Hollywood, Globo e FOX, seguidos por Fox Movies, AXN, que está de regresso ao top 10, e o infantil Disney Channel, que fecha a tabela.

No top 5 da programação semanal, o pódio é totalmente ocupado por conteúdos do Big Brother Famosos, da TVI: Big Brother Famosos – Expulsão, Big Brother Famosos – A Vingança e Big Brother Famosos, blocos do serão de domingo. As restantes posições são para conteúdos da SIC: Isto é Gozar com quem Trabalha e S. Bento 2022 – Debates/António Costa/Rui Rio.

Já o Top 5 dos mais vistos da cabo é mais uma vez totalmente ocupado por conteúdos da CMTV, com Golos: Segunda Parte/Benfica X Moreirense na liderança, seguido pelo CM Jornal 20H, Golos: Primeira Parte/ Belenenses SAD X FC Porto, Investigação CM (R)/Ataque com Ácido e Investigação CM /Ataque com Ácido.

Análise Data Insights do Havas Media Group

Deixe aqui o seu comentário