RTP1 e cabo crescem em Novembro

Por a 2 de Dezembro de 2021


A análise de audiências de TV da agência de Initiative, que integra o grupo Mediabrands, revela que em Novembro, o ranking de canais mais vistos em Portugal manteve-se em linha com o mês anterior, com a SIC na liderança. A estação de Paço de Arcos, no primeiro lugar há 34 meses consecutivos, alcançou uma quota de share de 18.9%, menos 0.2 pontos percentuais (pp) face a Outubro. Seguiu-se a TVI com 16.4% (-0.2 pp versus Outubro) e, exceptuando o consumo de outros, a RTP1 fechou o top 3 dos mais vistos do mês, subindo pelo terceiro mês consecutivo até aos 11.9%, ou seja, mais 0.9 pp face ao mês anterior. Esta subida, a única registada entre os canais FTA, foi alavancada pela transmissão dos jogos de qualificação da selecção nacional para o Mundial do Qatar e pelas performances positivas de O Preço Certo.

No que concerne ao universo dos canais Pay TV, a CMTV manteve a liderança com um share de 4.4%, seguindo-se a SIC Notícias com 2.1% e a Globo com 1.8%. No mês em análise houve uma mudança na grelha desta tipologia de canais com a estreia da CNN Portugal a 22 de Novembro, substituindo a TVI24. Ao contabilizar as audiências desde o primeiro dia de emissão até ao final do mês, o novo canal da Media Capital averbou uma audiência média de 53 mil telespectadores a que correspondeu um share de 2.5% e, nesse período, posicionou-se na segunda posição dos mais vistos em Pay TV.

Em Novembro e tendo em conta a média de todas as emissões de cada programa, de destacar a surpreendente derrota da selecção nacional frente à Sérvia, numa partida decisiva a contar para a qualificação do Mundial no Qatar. Este foi o programa mais visto do mês, uma vez que conseguiu agarrar, em média, mais de 2.3 milhões de telespectadores, ou seja, 43.5% do total dos indivíduos que estavam a ver televisão no período do jogo. Seguiu-se o empate sem golos do Benfica em Barcelona, num desafio a contar para a quinta jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões, transmitido pela TVI. O jogo atingiu uma audiência média de mais de 2 milhões de portugueses, a que correspondeu um share de 41.7%. A fechar o top dos mais vistos do mês ficou o empate a zeros da Seleção Nacional na Irlanda, que atingiu perto de 2 milhões de telespectadores e um share de 40.4%. Neste mês destaque ainda para as partidas a contar para a Taça de Portugal transmitidas pela TVI, para o programa Isto é Gozar com Quem Trabalha – 4.ª Variante (SIC) e para O Preço Certo (RTP1), que continua a captar a atenção dos portugueses ao manter-se consistentemente no top dos mais vistos.

Lideranças por faixas horárias

No que toca às audiências por período horário, a TVI liderou nas madrugadas (02h30 – 7h30) e no late-night (00h-02h30) com um share de 9.1% e 17.5%, respectivamente. Já a SIC comandou as manhãs (7h30-12h30), onde registou uma quota de share de 14.9%, nas horas de almoço (12h30-14h30) de 26.9%, durante as tardes (14h30 – 18h30) de 17.6% e no Prime-Time (20h00 – 00h00) de 21.2%. A RTP1 foi líder durante o período de pré-prime (18h30 – 20h00), altura em que é transmitido O Preço Certo, apresentado por Fernando Mendes. Nesse período do dia, a estação de televisão pública atingiu uma quota de share de 18.2%.

Fonte: Initiative

Deixe aqui o seu comentário