Conselho Geral Independente da RTP destaca desempenho das contas da empresa

Por a 13 de Dezembro de 2021

O Conselho Geral Independente (CGI) considera “positivas” várias medidas e orientações tomadas pela administração da RTP no primeiro semestre de 2021, de acordo com o relatório de avaliação intercalar do cumprimento do Projecto Estratégico, citado pela Lusa.

O órgão adianta que no semestre “os rendimentos e ganhos apresentam variações favoráveis de 3,8 milhões de euros (4%), quando comparados com o período homólogo do ano anterior, assim como um desvio positivo de 3,2 milhões de euros (3%) face ao orçamento”, de acordo com o documento a que a Lusa teve acesso. Já as receitas comerciais recuperaram, nomeadamente a publicidade e os serviços prestados, entre os quais os de host broadcasting da Presidência Portuguesa da União Europeia.

No que respeita aos gastos e perdas, cita a Lusa, “verifica-se um aumento de 11,3 milhões de euros (12%), quando comparado com o período homólogo do ano anterior, e um desvio positivo de 1,4 milhões de euros (1%) face ao orçamento, variações que derivam fundamentalmente do investimento na grelha de programas, que cresce 28% face a 2020”.

O CGI salienta que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) da RTP foi positivo em cerca de 5,6 milhões de euros, abaixo dos 13 milhões de euros registados no mesmo período do ano passado, mas 1,8 milhões de euros acima do previsto em termos orçamentais, “variações que resultam sobretudo do maior investimento verificado na área de programas”, de acordo com as conclusões, citadas pela Lusa.

Deixe aqui o seu comentário