Audiências TV: SIC segue na liderança em semana marcada pela estabilidade

Por a 13 de Dezembro de 2021

Depois de algumas semanas de crescimento, esta semana o consumo de televisão diário por indivíduo decresce, ainda que muito ligeiramente, ficando nas 5h40m diárias, uma quebra de apenas um minuto face ao registado na semana passada. Também no que diz respeito às contas da quota de audiência, estabilidade é a palavra de ordem, com as variações, quer num sentido quer no outro, a serem muito ligeiras, com excepção da RTP1, que reforça o seu share de forma mais significativa. Dessa forma, a RTP1 é o canal com a variação mais expressiva, e sobe até aos 11% de quota; a SIC quebra ligeiramente e tem agora 18,9% de share semanal e a TVI sobe uma décima e alcança os 15,6%. Com o mesmo valor da semana passada está a oferta Cabo, que mantém os 37,8%, ao passo que o Outros (que inclui o visionamento em timeshift, streaming e videojogos), desce uma décima e tem agora 14,9% de quota semanal.

No que diz respeito ao ranking dos 10 canais pagos mais vistos da semana, o pódio permanece sem alterações, ocupado por CMTV, CNN Portugal e SIC Notícias. Para a posição que se segue sobe esta semana a TVI Reality, com um valor muito próximo da Globo, que ocupa a posição seguinte. Na segunda metade da tabela estão Hollywood, Fox, Fox Life, Fox Movies e AXN, que fecha o top 10.

A lista dos programas mais vistos da semana é liderada pelo Jornal da Noite da SIC, com a edição de domingo. Seguem-se Isto é Gozar com quem Trabalha – 4ª Variante e Futebol – Liga Europa/Sp. Braga X Estrela Vermelha, ambos da SIC. Na posição seguinte está mais um jogo de futebol: Liga dos Campeões/Ajax X Sporting, transmitido na TVI e a fechar o top 5 está o Primeiro Jornal, da SIC.

No ranking dos mais vistos da oferta cabo, mais uma vez são conteúdos CMTV que ocupam todas as posições, com Golos/Benfica X Dinamo Kiev na liderança, seguido por Liga d’Ouro/Champions, CM Jornal 20H, Golos: Segunda Parte/Famalicão X Benfica e Notícias CM.

Análise Data Insights do Havas Media Group

Deixe aqui o seu comentário