Por onde andou o investimento publicitário em Outubro

Por a 22 de Novembro de 2021

Com um investimento próximo dos 55 milhões de euros, a NOS assumiu em Outubro o estatuto de maior anunciante do mercado português, segundo dados MediaMonitor correspondentes a valores a preços de tabela. Havas Worldwide e Carat lideraram o investimento movimentado por agências criativas e agências de meios.

A NOS, que ocupa o quarto lugar no ranking dos anunciantes quando considerado o investimento acumulado nos primeiros 10 meses deste ano, sucedeu à Unilever-Fima, empresa que em Outubro foi apenas o quinto maior anunciante do mercado nacional depois de ter liderado o investimento publicitário no mês de Setembro. À operadora de telecomunicações segue-se o Continente, marca que lidera no acumulado de Janeiro a Outubro, e que no último mês ocupou o segundo lugar com um investimento próximo dos 32 milhões de euros. Com cerca de 28,9 milhões de euros investidos em Outubro, a L’Oréal encerra o top 3. Ediclube – Edição e Promoção do Livro completam o top 5 ambas com investimentos na ordem dos 25,9 milhões de euros.

A Wavemaker surge em Outubro como a agência de meios que movimentou maior volume de investimento publicitário. Segundo dados MediaMonitor, a preços de tabela, a agência do GroupM, que no mês anterior tinha ocupado a quinta posição, foi responsável por um investimento próximo dos 134,8 milhões de euros. No segundo lugar volta a estar a Arena Media ao somar um investimento de aproximadamente 131,7 milhões de euros, seguida pela Carat, que encerra o último mês a rondar os 125,3 milhões de euros. O top 5 fica completo com a Initiative, com perto 79,9 milhões de euros, e OMD, com um investimento na ordem dos 78,7 milhões de euros.

A Havas Worldwide Lisboa repete em Outubro a liderança entre as agências criativas, com um investimento de 86,7 milhões de euros, a preços de tabela. Nos lugares seguintes surgem a Fuel (57,3 milhões), a VMLY&R (55,1 milhões), a Partners, (43,4 milhões) e a Wunderman Thompson (39,2 milhões).

No acumulado dos primeiros 10 meses de 2021, as lideranças do investimento publicitário estão nas mãos do Continente (333,2 milhões de euros), Fuel (569,4 milhões) e Carat (1165,5 milhões), à frente, respectivamente, dos rankings dos anunciantes, agências criativas e agências de meios.

Deixe aqui o seu comentário