Audiências TV: Consumo de TV aumenta pela segunda semana

Por a 8 de Novembro de 2021

O consumo de TV diário por indivíduo continua a aumentar pela segunda semana consecutiva, e é esta semana de 5h29m diárias, o que representa um aumento de 9 minutos face à semana anterior.

Nas contas da quota de audiência, TVI e “Outros” apresentam tendência de crescimento, oferta paga em queda, tal como RTP1 e SIC, embora estas últimas de forma muito ligeira. Assim, a RTP1 decresce ligeiramente e tem agora 11,2% de quota, a SIC cai uma décima e regista esta semana 18,8% de share, enquanto que a TVI reforça a sua quota e tem agora 16,3%.

Em tendência oposta encontramos a oferta Cabo, que cai até aos 35,8% de share, ao contrário de “Outros” (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos), que apresenta tendência crescente e regista 15,4% de quota semanal.

No que se refere à tabela dos 10 canais pagos mais vistos da semana, o pódio é ocupado por CMTV, Hollywood e SIC
Notícias, a que se seguem Globo e TVI Reality. Na segunda metade da tabela estão esta semana Fox, Fox Movies, TVI24 e Fox Life, e ainda o regressado Disney Channel, que fecha a listagem dos 10 canais mais vistos e é o único canal infantil a marcar presença.

No ranking de programas mais vistos, continua a ser o futebol a assumir a liderança, mais uma vez com um jogo da
Champions, desta vez o “Liga dos Campeões/Sporting x Besiktas”, transmitido na TVI. Na posição seguinte está o “Jornal da Noite” da SIC, a que se segue um episódio da novela da TVI “Festa é Festa II”. As restantes duas posições são
ocupadas pelo programa de final de tarde da RTP1, “O Preço Certo” e “O Preço Certo (R)”.

Já na tabela dos mais vistos da programação cabo o domínio da CMTV é total, e continua a destacar-se o futebol europeu: na liderança está “Golos/Bayern Munique x Benfica”, seguido por “Liga d’Ouro/Champions”. Nas posições seguintes o destaque é para as notícias, com “Jornal 7” e “Jornal 6”, e ainda com o “CM Jornal 20H” a encerrar a tabela dos conteúdos da oferta paga.

Deixe aqui o seu comentário