Wunderman Thompson instala centro de e-commerce em Portugal e quer contratar 200 pessoas até ao próximo Verão

Por a 13 de Outubro de 2021

Filipe Silva, que integra os quadros da Wunderman Thompson Commerce desde 2012, assume a liderança da operação em Portugal, onde a network pretende criar “o maior centro de excelência de e-commerce da Europa”. A decisão de trazer mais centro tecnológico da network do grupo WPP para o mercado português surge um ano após ter sido inaugurado, também em Lisboa, o WT Lisbon CoE, centro de excelência global para automação e personalização de marketing.

De acordo com a network, o “sucesso” apontado a esse investimento, que resultou num hub que conta actualmente com cerca de uma centena de profissionais, “muito contribuiu” para a entrada da Wunderman Thompson Commerce em Portugal. Em conjunto, os dois centros instalados em Lisboa pretendem agora contratar mais de 200 profissionais até ao Verão do próximo ano, com vagas nas áreas de engenharia de sistemas de informação, ciência de dados e processos de negócio.

“O meu objectivo é criar uma empresa empolgante e estimulante, comprometida com a diversidade, a igualdade e a inclusão, onde as pessoas possam ser as melhores versões de si mesmas”, antecipa Filipe Silva, que assume os comandos da Wunderman Thompson Commerce em Portugal, sendo “responsável pela liderança estratégica no mercado português, tendo um particular enfoque num dos pilares da empresa: o talento”. “Ajudar a desenvolver soluções para as maiores e melhores marcas de comércio do mundo” é a prioridade traçada pelo responsável para o primeiro ano do centro na capital portuguesa.

“Trazer um centro de excelência global em comércio electrónico para Lisboa é também uma oportunidade única para oferecer um serviço de classe mundial aos nossos clientes e parceiros em Portugal. É poder dar às empresas portuguesas as melhores ferramentas para que possam ser competitivas num mercado cada vez mais globalizado”, aponta Nuno Santos, CEO da Wunderman Thompson em Portugal.

O percurso profissional de Filipe Silva começa como engenheiro de software em Portugal, seguindo depois para o Reino Unido. Na Wunderman Thompson Commerce desde 2012, o líder da operação no mercado português tem vindo, segundo a network, a “liderar diversos projectos de transformação digital e planeamento estratégico, com vários clientes globais entre os quais a Selfridges e a Audi”.

Deixe aqui o seu comentário