Sindicato dos Jornalistas pede medidas de apoio ao jornalismo no Orçamento do Estado para 2022

Por a 8 de Outubro de 2021

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) defende a inclusão de medidas de apoio ao jornalismo no Orçamento do Estado para 2022. Entre as medidas sugeridas encontra-se a sugestão de que “seja permitido aos cidadãos deduzirem em sede de IRS parte ou a totalidade dos gastos com a subscrição de assinaturas, em papel ou digitais, de órgãos de comunicação social”, refere a entidade, acrescentando “que seja concretizado o alargamento da consignação do IRS a órgãos de Informação”, e ainda “que seja lançada uma forte campanha nacional nos órgãos de comunicação social contra a pirataria de conteúdos de imprensa e desinformação”.

A estrutura sindical destaca outras medidas que “se enquadram num pacote de propostas mais vasto que já foi enviado para o governo e partidos e pelo qual o sindicato se tem vindo a bater nos últimos anos”. Nesse pacote proposto pelo SJ inclui-se a atribuição de um voucher de 20 euros a cada cidadão para atribuir a um órgão de informação à sua escolha, a disponibilização de jornais nas escolas e nas repartições públicas, para fomentar o interesse pela leitura, a oferta de subscrições de órgãos de informação aos jovens que entrem na universidade, a eliminação do IVA nas assinaturas comerciais e no porte pago e a “redução do porte pago para valores que permitam realmente ajudar a sustentabilidade da imprensa regional e local”.

Deixe aqui o seu comentário