Como vai funcionar o Festival do Clube de Criativos 2021? “Este não é um ano para multidões”

Por a 13 de Setembro de 2021

O XXIII Festival do Clube de Criativos de Portugal (CCP), que decorre entre os dias 21 de Setembro e 1 de Outubro, terá várias actividades presenciais e outras em formato híbrido.

A grande novidade do festival deste ano são as tertúlias Trabalho e Conhaque, que decorrem no espaço The House of Hope and Dreams, que serão seguidas de um jantar criado por dois chefs, com um limite máximo de 50 pessoas por tertúlia. “A internacionalização do trabalho português”, “Como atrair e reter talento”, “Como conseguir mais mulheres nas lideranças criativas” e “Como organizar as novas equipas de trabalho num mundo pós-pandemia” são os motes para as quatro tertúlias que decorrem presencialmente, entre 27 e 30 de Setembro. O CCP irá publicar um paper com o conteúdo das conversas.

No espaço Atmosferas da ETIC decorrem as votações presenciais. As votações dos grupos de júri acontecem em formato misto. Os grupos são convidados a reunir-se presencialmente na ETIC, mas os jurados podem optar por participar via Zoom.

No último dia das votações (23 de Setembro) os presidentes do júri Luciana Cani (AKQA Portland), Pedro Pires (Solid Dogma), Cláudia Cristóvão (Google Brand Studio/APAC Tóquio), Nuno Cardoso (Nossa), Augusto Fraga (Krypton) e Rodrigo Albuquerque (Arena Media) apresentam seis visões diferentes sobre as marcas e a criatividade em tempos de mudança. A entrada no espaço será paga, mas o evento terá transmissão online no site do CCP.

A gala decorre no dia 1 de Outubro em formato híbrido. Além de ser transmitida em directo no site do CCP, contará com a presença física de alguns jurados e dos premiados.

Já o Ilustra 33, com curadoria de Jorge Silva, terá uma exposição online. A Ilustra Hackathon, em que os participantes são estudantes de Ilustração de várias instituições de ensino em Portugal, irá decorrer online.

Para a participação nos eventos presenciais é obrigatória a apresentação do certificado digital ou um teste negativo de antigénio com relatório laboratorial, realizado nas 48 horas anteriores.

“Este não é um ano para multidões, mas é importante voltarmos a estar juntos para celebrar a criatividade e dar palco a quem trabalha todos os dias para fazer bem e melhor. Escolhemos fazer um festival de formatos mais pequenos, mais íntimos. Sentimos que é o que este momento pede, isso e a oportunidade de aprendermos todos uns com os outros. Esperamos que mais gente pense como nós e se junte”, refere Susana Albuquerque, presidente do CCP, em nota de imprensa.

A edição deste ano do festival do CCP conta com 955 trabalhos a concurso em sete categorias.

Deixe aqui o seu comentário