Cartazes para a História das Autárquicas 2021 (com fotogaleria)

Por a 15 de Setembro de 2021

Arrancou o período da campanha eleitoral para as autárquicas. Os partidos prevêem gastar 31 milhões de euros na campanha.

Mais de 9,3 milhões de eleitores podem votar nas eleições que decorrem a 26 de Setembro. O M&P relembra algumas das campanhas que têm dado que falar nas últimas semanas, a partir de uma recolha das redes sociais e da arquivo Ephemera.

previous arrow
next arrow
Slider

Segundo os orçamentos entregues pelos partidos na Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP), o PS concorre sozinho em 289 concelhos e prevê gastar nestas candidaturas 10,13 milhões de euros, a que acresce um montante de 1,3 milhões para outras despesas. O PSD concorre sozinho a 153 câmaras, em cuja campanha prevê gastar 4,64 milhões de euros, a que se juntam 75 mil para despesas comuns e centrais da campanha. A CDU que junta o PCP e o PEV concorre a 305 municípios do país e prevê gastar 5,39 milhões de euros.

De acordo com dados recolhidos pela Lusa em Agosto, o terceiro partido com o maior orçamento é o Bloco de Esquerda (BE): 989 mil euros para os 124 concelhos a que concorre sozinho. O CDS-PP apresenta um orçamento de 749 mil euros para 149 municípios em que apresenta candidaturas sozinho, embora o partido concorra coligado em mais 155 concelhos, com orçamentos que ascendem a um total de cinco milhões de euros. O Chega apresenta um orçamento de 646 mil euros para 169 autarquias. o Nós Cidadãos 343 mil euros para 23 concelhos, o Iniciativa Liberal 321 mil euros para 45 autarquias e o PAN prevê gastar 168 mil euros em 41 municípios

Deixe aqui o seu comentário