Porto Canal apresenta participação contra Pedro Adão e Silva

Por a 29 de Julho de 2021

Tiago Girão e Estela Machado

O Porto Canal anunciou que vai participar contra Pedro Adão e Silva ao presidente da Assembleia da República, à Comissão Nacional para as Comemorações do 50º aniversário do 25 de Abril e ao Sindicato dos Jornalistas, pela forma como se terá dirigido a uma jornalista do canal.

Em comunicado assinado pelo director de informação do Porto Canal, Tiago Girão, é referido que “a decisão decorre de palavras proferidas por Pedro Adão e Silva no contexto de um contacto estabelecido por uma jornalista do Porto Canal” no sentido de obter uma reacção oficial da Comissão para as Comemorações do 50º aniversario do 25 de Abril à morte de Otelo Saraiva de Carvalho. “Na sequência desse contacto, Pedro Adão e Silva proferiu palavras insultuosas, referindo-se ao Porto Canal como ‘essa coisa’, e ofensivas para a dignidade profissional da jornalista em causa, quando afirmou que esta não era uma jornalista por trabalhar para o Porto Canal. A somar-se a isto, o comissário recusou prestar declarações especificamente ao Porto Canal e em qualquer circunstância, violando o princípio da igualdade e não-discriminação a que dirigentes e titulares de cargos públicos, ou semelhantes, deveriam estar obrigados”, argumenta o canal.

A direcção de informação do Porto Canal acrescenta que “não exclui o recurso a outros meios legais, se tal se vier a justificar”.

Deixe aqui o seu comentário