A comunicação é uma tendência cíclica

Por a 9 de Julho de 2021

Um dos factores que faz movimentar a comunicação é a tendência e sabemos que essa está em constante mutação. Graças a esse movimento, é possível não só adaptar a forma como comunicamos como nos permite explorar canais até então nunca explorados. Por exemplo, não será difícil compreender a medida em que a pandemia afectou a forma de como comunicamos e como isso serviu de catalisador para mudar o próprio paradigma da comunicação.

Hoje vemos uma tendência crescente para o áudio e é curioso como isso se assemelha ao passado quando tentávamos imaginar os rostos que estavam por detrás de uma emissão de rádio. Ou mesmo o vídeo, que tem conquistado bastante terreno, faz recordar as gravações de aniversários, de viagens em família, de cerimónias, que fazíamos com a camara de filmar e víamos posteriormente em VHS. O que antes era uma regra, hoje tornou-se uma escolha. Mas claro está que esta curiosa tendência cíclica na forma de como comunicamos exige adaptações aos tempos actuais.

Ora, uma das grandes diferenças é que hoje um vídeo ou uma gravação de áudio não se faz apenas para partilhar com uma ou duas pessoas, mas sim com um conjunto de pessoas permitindo ampliar a mensagem de uma forma brutal. E com essa amplificação, poderão surgir algumas dificuldades. Afinal, quem ouve a minha mensagem? Até onde é que ela chega? A título de exemplo, recentemente a SocialPubli desenvolveu um estudo acerca do TikTok em que 61,5% dos inquiridos acredita que a plataforma tornar-se-á líder, e 28,7% espera que continue a crescer a médio prazo, podendo concluir que o vídeo continuará a tomar conta das tendências de comunicação para os próximos tempos.

Mas para que isso seja possível, é necessário criar uma estratégia digital onde não pode faltar o controlo das métricas de avaliação de forma a perceber qual o conteúdo preferido do nosso público. E, por exemplo, esse é um dos pontos que, segundo os inquiridos deste estudo, deveria ser melhorado. Embora com o TikTok Pro já seja possível aceder a vários relatórios, estes não são tão pormenorizados em relação às outras plataformas. Afinal, 27,9% dos questionados concordam que um dos aspectos que deve ser melhorado no TikTok é a análise.

No entanto, este estudo fez cair alguns mitos, já que muitos vêem nesta plataforma um canal de entretenimento e a verdade é que a realidade é outra. O TikTok é mais quem uma plataforma de diversão e temos assistido a conteúdos como tutoriais e how to do super dinâmicos que funcionam lindamente para qualquer estratégia das marcas.

Em todo o caso, podemos constatar que a forma como comunicamos não mudou assim tanto, ao contrário das plataformas que são hoje mais que muitas, com o vídeo a conquistar cada vez mais adeptos. Aliás, as próprias circunstâncias da crise provocada pela covid-19 e a crescente digitalização global, reflectiu-se não só na utilização das redes sociais, mas também nesse crescimento abismal do TikTok.

Artigo de opinião de Bruno Salomão, country manager da SocialPubli Portugal

Deixe aqui o seu comentário