Time Out Madeira chega ao mercado em formato digital

Por a 9 de Junho de 2021

Depois da Time Out Cascais, é agora a vez da Time Out Madeira, projecto digital que, à semelhança do site promovido em conjunto com o Turismo de Cascais, resulta de uma parceria entre a Time Out e a Associação de Promoção da Madeira. Descrito como “um hub digital repleto de conteúdos únicos e exclusivos pensados para quem está curioso para visitar a Madeira”, o site promete artigos, listas e reportagens dirigidas a “quem ainda está indeciso na escolha do destino de férias ou de uma escapadinha, e para quem já tem o bilhete e quer fazer o roteiro para desfrutar da melhor experiência”.

“Este novo projecto insere-se numa ambiciosa estratégia da Time Out Portugal para chegar a novas cidades e territórios do país, indo além das apostas ganhas em Lisboa e no Porto”, justifica-se em comunicado, onde se sublinha que, para a APM, a Time Out Madeira “vem dar continuidade à estratégia de promoção do destino através de plataformas multilíngues, que chegam a um vasto número de utilizadores e colocam à sua disposição ainda mais informações, conteúdos qualitativos e dinâmicos que demonstram todo o potencial da Madeira”.

Disponível em português e inglês, o site assume-se como um guia online para ajudar no planeamento da viagem à região. “Todos os que se aventurem pelo site vão poder encontrar as melhores experiências gastronómicas (das típicas espetadas, do bolo do caco e da poncha, aos restaurantes com estrela Michelin), das melhores experiências de aventura (trilhos, levadas e sítios perfeitos para ver o nascer e o pôr-do-sol), das experiências exclusivas (de nadar com golfinhos ao passeio de barco às Ilhas Desertas e ao Museu Cristiano Ronaldo) e até dos melhores programas românticos”, descreve-se a entidade responsável pela promoção da região enquanto destino turístico, acrescentando ainda que, através do site, que ficará alojado na plataforma da Time Out, será possível “reservar programas para fazer na Madeira, como passeios ou visitas a enoturismos”.

Deixe aqui o seu comentário