Festa É Festa foi o programa mais visto da última semana

Por a 3 de Maio de 2021

quadro 1
Na última semana de Abril o consumo de TV diário por indivíduo volta a baixar e regista o valor mais baixo desde o início do corrente ano, ficando pelas 5h20m por indivíduo, o que representa uma quebra de cerca de 16 minutos por dia face à semana anterior.

No que diz respeito à quota de audiência, as variações para a generalidade dos canais são residuais, com a TVI a
destacar-se como o canal com maior crescimento no seu share semanal e o Outros a destacar-se no sentido inverso. Assim, a RTP1 decresce uma décima até aos 11,3%, a SIC sobe em igual medida e chega aos 20,4%, e a oferta Cabo
regista o mesmo decréscimo de uma décima e tem agora 35,7% de quota. A TVI é o canal que mais cresce e chega aos
17,5% esta semana, em sentido inverso está o Outros (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos), que cai para os 12,9% de quota de audiência.

Na listagem dos canais Pagos mais vistos da semana mais uma vez as cinco primeiras posições repetem os mesmos
ocupantes da semana anterior, sem alteração de lugares: são eles CMTV, Globo, SIC Notícias, Hollywood e Fox. Nas
posições restantes estão Fox Life, TVI24, Nickelodeon – a única entrada da semana -, Disney Channel e SportTV+.

No que diz respeito à tabela dos programas mais vistos, há uma estreia na liderança, o episódio de quarta-feira da nova novela da TVI Festa é Festa, que tem também sido líder diário desde a sua estreia, nos respectivos dias de emissão. Nas posições seguintes estão Isto é Gozar Com Quem Trabalha – 3ª Dose, a novela Amor, Amor e o Jornal da Noite todos da SIC, com o programa de domingo à noite All Together Now – Kids, da TVI, a fechar a tabela da semana.
Quanto aos programas de canais Pay TV, as primeiras quatro posições são para conteúdos CMTV, com o líder a ser
Notícias CM, seguido por Golos/Sporting x Nacional, Pé em Riste e Investigação CM/Assassinos em Série: Rei Ghob.
A novela A Força do Querer da Globo encerra o top da oferta paga.
quadro 2

havasmediagroup_red_RedFonte: Data Insights/Havas Media Group 

Deixe aqui o seu comentário