Volta ao Algarve na CMTV marca arranque de parceria entre Cofina e Federação Portuguesa de Ciclismo

Por a 23 de Abril de 2021

Volta ao AlgarveA CMTV vai transmitir em directo os últimos 90 minutos de cada etapa da Volta ao Algarve, prova que se disputa entre os próximos dias 5 e 9 de Maio, juntando-se à Eurosport na emissão em directo da corrida integrada no circuito ProSeries. Este será um dos primeiros frutos de uma parceria estabelecida entre a Cofina Media e a Federação Portuguesa de Ciclismo com vista à divulgação da modalidade nos meios do grupo, com destaque para o canal CMTV e para os jornais diários Correio da Manhã e Record.

“O ciclismo tem uma ligação umbilical aos órgãos de comunicação social, responsáveis, em todo o mundo, pela criação e divulgação de alguns dos maiores eventos globais da modalidade. Actualmente, além de ser um magnífico espectáculo desportivo, o ciclismo tem um impacto importante noutras áreas, como o turismo e a mobilidade activa sustentável”, salienta Delmino Pereira, presidente da Federação, considerando que “a parceria com a Cofina permitirá que, através dos diferentes meios do grupo, o ciclismo tenha divulgação nas suas vertentes de competição, turística e social”.

No caso da Volta ao Algarve, além da transmissão em directo da fase final das etapas, estão previstas “reportagens em directo nos locais de partida e de chegada das cinco etapas” na antena da CMTV, enquanto Record e Correio da Manhã, que assumem o estatuto de jornais oficiais da prova, “farão uma cobertura destacada da prova, contribuindo para um retorno mediático dos patrocinadores da corrida e das equipas e para a visibilidade dos corredores e das localidades algarvias”.

Para lá desta prova, o protocolo de colaboração estabelecido entre o grupo de media e a Federação prevê ainda que os meios da Cofina assumam o compromisso de divulgar “as principais competições nacionais, de diferentes vertentes do ciclismo”, sendo que “esse acompanhamento será feito nos jornais do grupo, mas também com notícias a emitir na CMTV a partir dos vídeos de resumo das corridas cedidos pela Federação Portuguesa de Ciclismo”.

“Esta cobertura da modalidade terá um enfoque especial nos Campeonatos Nacionais e nas provas pontuáveis para a Taça de Portugal, podendo, no entanto, ser alargada a outros eventos dos calendários nacionais”, aponta a entidade em comunicado. Nas palavras de Luís Santana, administrador do grupo Cofina Media, “tudo isto faz sentido” já que “o ciclismo é uma modalidade que está muito próxima das populações”.

Deixe aqui o seu comentário