Comissão de Trabalhadores da Lusa questionou Nicolau Santos sobre sinergias com RTP

Por a 8 de Abril de 2021

lusaA Comissão de Trabalhadores (CT) da Lusa criticou o presidente cessante Nicolau Santos pela “falta de esclarecimentos” sobre a exploração de sinergias com a RTP. De acordo com o projecto estratégico 2021-2023 apresentando na candidatura da nova dupla de administradores da RTP Nicolau Santos e Hugo Figueiredo, prevê-se “explorar sinergias” com a agência Lusa “na área da gestão de espaços e na colaboração editorial”.

Em comunicado, a CT conta que questionou Nicolau Santos, presidente cessante da Lusa e que irá presidir à nova administração da RTP, sobre o tema, tendo o gestor respondido: “Significa isso mesmo: explorar sinergias na gestão de espaços e na colaboração editorial. Nada mais do que isso”. Para a CT da Lusa, “esta falta de esclarecimentos suscita mais dúvidas que respostas”, considerando que “nunca como hoje foi tão importante a autonomia dos jornalistas para que a informação seja clara, rigorosa e verificável”.

A Comissão de Trabalhadores salienta que “ninguém pode admitir que se pense sacrificar a voz da única agência de informação portuguesa com presença mundial e que fornece todas as televisões portuguesas, especialmente as concorrentes da RTP, graças à sua presença nos países lusófonos e resto do mundo”. “Lusa e RTP são ambas agentes na missão de serviço público de jornalismo, mas são também fornecedor e cliente” e “manter esta relação clara e distinta é fundamental também para a confiança, não só dos restantes clientes da agência, como dos cidadãos, pela independência e pluralidade da informação”, acrescenta a CT em comunicado.

Deixe aqui o seu comentário