Empreender e crescer em tempos de pandemia: o caso da Gift Campaign

Por a 18 de Fevereiro de 2021
zaini per l'ufficio (1)

Ainda não passou um ano desde que a Gift Campaign chegou a Portugal. E chegou em plena pandemia, quando importantes eventos e feiras profissionais começavam a ser cancelados e muitas empresas e superfícies comerciais eram forçadas a fechar as portas, a reduzir temporariamente as suas equipas ou a desacelerar a produção, enfrentando-se a uma importante e inesperada crise sanitária e económica de impacto global.

O momento não era o mais idóneo, mas os responsáveis da Gift Campaign decidiram não voltar atrás. De acordo com o CEO desta companhia especializada na personalização de brindes publicitários, Diederick de Koning, este “era um passo que já queríamos dar há muito tempo. E estávamos prestes a convertê-lo em realidade quando fomos surpreendidos pela epidemia. Obviamente hesitámos, mas já era tarde demais. No mundo dos negócios, é necessário correr riscos”.

Os fundadores da startup de origem catalã acreditam que esta é uma crise circunstancial e que muitos negócios aproveitarão a oportunidade para refrescar a sua imagem de marca e estabelecer uma nova relação com os clientes, adaptando-se aos novos hábitos de consumo dos portugueses – cada vez mais digitais – e a públicos cada vez mais exigentes, seja no que diz respeito à qualidade dos serviços e produtos oferecidos como aos tempos de entrega. E os brindes publicitários vão desempenhar um papel fundamental neste processo de recuperação, retenção e atração de clientes depois de superada a crise sanitária. “Terá que haver um grande investimento em marketing e publicidade por parte das empresas para conseguirem recuperar a sua posição no mercado. E estaremos preparados para os ajudar nesse processo quando chegar o momento de recuperação da economia”.

Um dos aspetos que favoreceu a implementação da Gift Campaign em Portugal ao longo do último ano foi o grande impulso que sofreu o e-commerce em Portugal com a chegada da pandemia. O Observatório de Tendências realizado pelo Grupo Ageas e a Eurogroup Consulting, publicado em novembro de 2020, revelou que “mais de metade dos inquiridos (cerca de 57%) admite ter realizado mais compras online” nos seis meses anteriores, um “aumento que vai ao encontro dos dados do e-commerce em Portugal, que apontam para um crescimento estimado entre 150-170% desde março, face ao período homólogo”.

DSCF7889 (1)Ao ser uma loja 100% online, a Gift Campaign saiu beneficiada por esta tendência nos meses seguintes ao seu lançamento no mercado português. Um dos aspetos diferenciadores desta empresa é precisamente a possibilidade que oferece aos seus clientes de obter um orçamento diretamente online e de forma imediata, sem qualquer intervenção humana. No entanto, e apesar do processo de venda estar centralizado nos canais digitais, o atendimento personalizado e a atenção ao cliente não assumem uma importância menor nesta empresa. “Somos proativos em todas as fases do processo de compra, tanto na elaboração do orçamento e das amostras digitais solicitadas pelos clientes, como no acompanhamento do pedido, desde a produção na fábrica até que este se entrega no destino final. Este aspeto é fundamental para gerar confiança e segurança junto aos clientes”, afirma Diederick de Koening.

Outro aspeto fundamental do seu processo de venda consiste na rapidez da entrega dos brindes personalizados. Uma das prioridades da Gift Campaign consiste em reduzir os prazos de entrega e, acima de tudo, em respeitar os prazos indicados ao cliente. Para isso, trabalham com diferentes fornecedores de vários países (incluindo Portugal), que enviam os produtos diretamente ao cliente, eliminando algumas etapas intermediárias e ganhado tempo em todo o processo. Os prazos de entrega variam dependendo do produto, mas a média está entre os 7 e 12 dias úteis.

Gift Campaign Office 2019_08 (1)E como sobrevive uma empresa especializada na personalização de brindes publicitários numa época na qual praticamente não há eventos presenciais ou campanhas de distribuição de merchandising físico nas ruas ou nas superfícies comerciais? “Para sobreviver, as empresas não podem deixar de divulgar as suas marcas, de conquistar novos clientes e manter motivados aos seus trabalhadores. Pelo que os artigos personalizados vão continuar a fazer parte das suas estratégias de Marketing e dos programas de fidelização”, responde o CEO da Gift Campaign. Além disso, “soubemos reagir rapidamente às circunstâncias, adaptando o nosso catálogo e introduzindo uma importante coleção de produtos de Saúde e Proteção, como máscaras faciais personalizadas, frascos de álcool gel personalizáveis, esferográficas antibacterianas, entre muitos outros produtos que hoje em dia são fundamentais em qualquer empresa”, acrescenta.

Uma fórmula de êxito em tempos de crise, baseada na perseverança, na rapidez de reação e na capacidade de adaptação às circunstâncias, que permitiram à Gift Campaign crescer em Portugal num ano marcado por uma profunda crise económica e sanitária. Leal a esta filosofia, a empresa prepara-se agora para expandir-se também ao mercado holandês, depois de consolidar a sua presença em Espanha, França e Itália.

Autor: Gift Campaign

 

Deixe aqui o seu comentário