“Não está determinada em momento nenhum qualquer decisão de acabar com a RTP Memória”

Por a 20 de Janeiro de 2021

Nuno Artur SilvaNuno Artur Silva esclareceu que o futuro da RTP Memória está nas mãos da administração da estação pública. “Não está determinada em momento nenhum qualquer decisão de acabar com a RTP Memória”, afirmou o secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, a propósito da resolução de Conselho de Ministros do início de Janeiro, que autoriza a televisão pública a utilizar o espaço da  RTP Memória na TDT, na totalidade ou em parte das 24 horas diárias, para a difusão de um serviço de programas destinado aos públicos infantis e juvenis.

“Isto quer dizer que se a administração da RTP quiser poderá utilizar o espaço da TDT atribuído à RTP Memória para um futuro canal infantil, em parte ou totalmente. É uma disposição […], mas não determina o fim do canal Memória”, disse Nuno Artur Silva, citado pela Lusa.

“Não me parece que isso esteja sequer no horizonte próximo”, reforçou. O secretário de Estado foi ouvido na comissão parlamentar de Cultura e Comunicação, no âmbito da audição sobre a revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e de televisão.

Deixe aqui o seu comentário