Audiências Dezembro: SIC e TVI separadas por 1,4 pontos. 4.7 milhões de portugueses a ver TV no último minuto do ano

Por a 4 de Janeiro de 2021

quadro 1
A SIC encerrou o ano a manter a liderança de canais. A estação de Paço de Arcos liderou o ranking de canais em Portugal em Dezembro com um share de 18.3%, menos 0.1 pontos percentuais (p.p.) face a Novembro. Seguiu-se a TVI com um share de 16.9% (+0.3 p.p. vs. novembro) e a RTP1 com 12.5% (+0.1 p.p. face a Novembro).

O conjunto dos canais Pay TV fechou dezembro com uma audiência média de 36.6%. Dezembro foi um mês de estreias e de renovação nas grelhas programáticas dos canais portugueses. Da SIC, destaque para a transmissão do primeiro episódio da série Esperança, protagonizada por César Mourão. O programa foi líder de audiências no seu dia de emissão e atingiu uma audiência média de mais de 1.2 milhões de telespectadores, a que correspondeu um share de 23.5%. Também da SIC, de referir ainda a estreia de Patrões Fora, que terminou o mês com uma audiência média de mais de 1.1 milhões de telespectadores e um share de 22.5%. Já a TVI transmitiu pela primeira vez Noite de Cristina. No dia em que foi para o ar, o programa foi o quarto mais visto, tendo atingido, em média, mais de 1.1 milhões de portugueses e um share de 22.6%.

Quem liderou dias de Natal e fim-de-ano
Olhando para a véspera de Natal, a SIC foi o canal escolhido pelos portugueses para passarem a consoada. Com um share de 18%, o canal liderou o dia, seguindo-se a TVI com 16.4% e a RTP1 com 14.7%. No dia de Natal, a SIC também liderou com um share de 17.8%. TVI registou 14.5% e a RTP1 13.8%.

Já no último dia do ano, foi a TVI quem subiu à liderança. Com um share de 19.7%, o canal apostou na transmissão da final do Big Brother – A Revolução para a passagem do ano. A SIC foi o segundo canal mais visto do dia (19.1%), seguindo-se a RTP1 com 13.7%. No minuto da viragem do ano (23h59 – 00h00) estavam a ver televisão em Portugal, em média, cerca de 4.7 milhões de portugueses, mais 1,2 milhões face ao ano anterior (crescimento de 33%).
quadro 2

initiativeFonte: Initiative

Deixe aqui o seu comentário