Audiências da semana: Debate Marcelo-Ventura e nova novela ajudam à vitória à SIC

Por a 11 de Janeiro de 2021

quadro 1
O consumo televisivo da semana 1 de 2021, foi de seis horas, valor significativamente abaixo do registado na semana da passagem de ano.

Na equação do share, a quota do Cabo caiu para os 35,5%. Sentido inverso apresentou a SIC, ao alcançar 19,3% de share. Um comportamento de subida acompanhado também pela TVI que registou 17,8% de share. 1,5 pontos percentuais é agora o valor que separa o canal de Paço de Arcos, do canal de Queluz. Isto numa semana em que a RTP1 continua a apresentar uma quota inferior ao Outros (que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos), 12,1% versus 13,0%.

Nos canais pagos mais vistos, o pódio não mexe, com a CMTV na liderança, com uma audiência de 97,4 mil telespectadores/dia. No quarto lugar encontra-se a Globo. Segue-se o TVI Reality que regressa ao top 10. O lugar seguinte pertence à Fox, que perdeu duas posições. A TVI 24 perde uma posição e ocupa agora o sétimo lugar. O Cartoon Portugal, que volta a ser o canal infantil com mais audiência, marca presença na oitava posição, à frente do Fox Movies e do Disney Channel que fecham o top da semana.

Na programação domínio para conteúdos SIC. Com 19,4% de audiência média, a liderança coube ao debate para as Presidenciais entre André Ventura e Marcelo Rebelo de Sousa, na quarta-feira. A estreia de Amor, Amor, líder de segunda-feira, obteve 15,4% de audiência e ocupou a terceira posição da geral. Já o final de Nazaré/Segunda Temporada, também líder de sexta-feira registou 15,2% de audiência.

Golos/Benfica x Tondela/Famalicão x FC Porto, com 330,3 mil telespectadores, revelou-se o programa Pay TV que reuniu mais audiência entre 4 e 10 de Janeiro. Seguem-se outros conteúdos CMTV. A fechar a tabela encontra-se o debate entre André Ventura e Marcelo Rebelo de Sousa, transmitido em simultâneo pela SIC e SIC Notícias, e que foi também líder do cabo na quarta-feira.
quadro 2


Havas_media_groupFonte: Data Insights/Havas Media Group

Deixe aqui o seu comentário