Ikea acaba com catálogo em papel e online

Por a 7 de Dezembro de 2020

image002 (9)A Ikea decidiu suspender a versão impressa e digital do catálogo anual de produtos. O primeiro catálogo em papel foi lançado em 1951, com 68 páginas e em sueco. Em 2000 ficou também disponível online. Seis anos depois, eram distribuídas 200 milhões de cópias do catálogo, em mais de 69 países, em 32 línguas.

A empresa relembra que nos últimos anos tem vindo a testar novos formatos e formas de apresentar o conteúdo do seu catálogo, nomeadamente nos meios digitais. Depois de ouvir clientes, os colaboradores e os representantes da marca nos diferentes países, ficou “claro que as pessoas se inspiram e planeiam as melhores soluções para as suas casas através de diferentes ferramentas e formas”.

Sinal de que o processo de compra mudou, é o de que as vendas da loja online, no ano fiscal anterior, aumentaram 45 por cento em todo o mundo e o site recebeu mais de quatro mil milhões de visitas. No passado mês de Novembro, a marca lançou também uma aplicação que visava melhorar a experiência de compra.

“Esta decisão foi um processo natural, tendo em conta o comportamento do nosso consumidor e as novas formas de aceder à informação. Vamos continuar a interagir, sempre com inspiração para a casa, mas de novas formas”, aponta Konrad Gruss, managing director da Inter IKEA Systems.

Deixe aqui o seu comentário