Audiências TV: SIC e TVI crescem no regresso das competições europeias de futebol

Por a 26 de Outubro de 2020

Clipboard01A meteorologia, a par dos jogos das equipas portuguesas nas competições europeias, são factos que alavancaram o consumo televisivo, cujo crescimento face à semana anterior foi de quase 23 minutos. Na semana 43, o tempo médio de visionamento diário por indivíduo foi de 5h51m, valor apenas ultrapassado durante o estado de emergência.

Na equação do share de audiência, o cabo apresentou uma ligeira descida para os 37,4%. Sentido inverso para os generalistas privados, com a SIC a registar uma subida para os 19%, e a TVI um incremento para os 16,8%. A RTP1, que perdeu mais de 1 ponto de quota, registou um share de apenas 11,6%, e mais uma vez inferior à quota do Outros (inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos) que atingiu os 13,2% de share.

Numa semana marcada pelo regresso do Disney Channel à 10ª posição da tabela dos canais pagos mais vistos, com uma audiência média de 23,7 mil telespectadores/dia, o pódio permanece sem alterações, com a CMTV imbatível na liderança. Na troca de lugares, destaque para a subida da TVI Reality ao quarto lugar, destronando o Hollywood para o meio do ranking; e ainda para o Fox Movies, que ultrapassa o Cartoon Network, que caiu para a nona posição, continuando, no entanto a ser o infantil que reúne mais audiência.

Clipboard02Na programação, como seria expectável, os jogos com as equipas nacionais dominaram as atenções. A vitória, com 18,4% de audiência média, coube ao jogo do Porto, transmitido pela TVI. O jogo do Benfica, transmitido pela SIC, ocupou o segundo lugar, com 15% de audiência. A terceira posição pertenceu à edição de domingo do Jornal da Noite, que incluiu a entrevista a RAP em quarentena. No duelo das novelas Quer o Destino, em recta final, ganhou a Nazaré/2ª Temporada.

Havas_media_groupQuanto aos programas mais vistos dos Pay TV, as novelas da Gobo ocuparam os lugares do topo, com uma audiência acima dos 300 mil telespectadores, já as restantes posições pertenceram a conteúdos CMTV.

Análise Data Insights do Havas Media Group

Deixe aqui o seu comentário