Regresso de Ricardo Araújo Pereira foi o mais visto da semana. TVI com share mais elevado do ano

Por a 21 de Setembro de 2020


Na semana 38 do ano, o consumo televisivo foi de 5h40m que, refira-se, foi o mais elevado do mês. Na repartição da audiência por canal, o share do Cabo foi de 36,6%. A SIC, que mantém a liderança dos free-to-air registou uma quota de 19,6%, tendo a TVI alcançado 16,9%, share que é o mais elevado do ano. No diferencial SIC versus TVI verifica-se esta semana o menor hiato do ano, de apenas 2,7 pontos percentuais. Assinale-se que este já foi de 7,2 pontos percentuais. A RTP1 continua a obter um share inferior ao do “Outros”, que inclui o visionamento em time shift, streaming e vídeo/jogos, e registou esta semana 10,7% contra os 13,5% de “Outros”.

Quanto à tabela dos canais Pagos mais vistos, o pódio permanece sem novidades com a CMTV na liderança, Globo na segunda posição e no lugar seguinte o Hollywood. As alterações mais significativas passam pela subida da SIC Notícias ao quarto lugar, destronando a Fox para o meio do ranking. E ainda, pela reentrada dos canais: TVI Reality e AXN respectivamente para o oitavo e nono lugar. A maior descida da semana foi protagonizada pelo Disney Channel que caiu da oitava para a décima posição, e que regista o retorno de audiência mais fraco do ano: 24,6 mil telespectadores. Humor e futebol nas preferências da programação da semana.

Com 17,2% de audiência, o regresso de Ricardo Araújo Pereira aos écrãs da SIC revelou-se o programa mais visto da semana. Já o jogo que ditou o afastamento do Benfica da Liga dos Campeões ocupou a segunda posição, com 16,6% de audiência. Nazaré/2a Temporada fecha o pódio com 14,9%. Segue-se de perto Terra Nossa, líder da oferta de sábado. Já a edição de domingo do Jornal da Noite foi o quinto programa mais visto na semana de 14 a 20 de Setembro. Globo e CMTV repartem os interesses da programação dos Pay TV, cabendo a liderança à novela da Globo Bom Sucesso, com uma audiência de 283,6 mil telespectadores.
quadro 2Havas_media_groupFonte: Data Insights/Havas Media Group 

Deixe aqui o seu comentário