Agência criativa da Deloitte entra no mercado português

Por a 9 de Setembro de 2020
Tiago Teixeira Cruz, Raoul van Harten, Sérgio do Monte Lee e João Carvalho Oliveira

Tiago Teixeira Cruz, Raoul van Harten, Sérgio do Monte Lee e João Carvalho Oliveira

A ACNE, agência criativa global adquirida pela Deloitte em 2017, passará a contar com um escritório em Lisboa, que será liderado por João Carvalho Oliveira, ex-director criativo da Wunderman Thompson. O profissional, que passou as últimas duas décadas na agência de publicidade do grupo WPP, assume o cargo de executive creative director, contando com Raoul van Harten e Tiago Teixeira Cruz, profissionais que passaram igualmente pela J. Walter Thompson, como directores criativos. “Queremos ser uma força inovadora que as marcas usem para intervir na sociedade de uma forma positiva e relevante”, aponta João Carvalho Oliveira, antecipando que a operação da agência no mercado nacional será marcada pela “aposta numa liderança criativa e estratégica, assente no respeito pelas marcas e pelo seu propósito”.

Lisboa integra assim a estratégia de expansão da rede europeia da ACNE, onde se inclui a abertura de mais três escritórios em Roma, Milão e Dublin, com um posicionamento que, antecipa-se em comunicado, passará por desenhar e executar “projectos de marca, publicidade e conteúdos, combinando estratégia, criatividade e produção” com uma “abordagem directa ao mercado de publicidade” mas trabalhando de igual forma “em estreita colaboração com as equipas multidisciplinares da Deloitte, nomeadamente em projectos de transformação que requerem complementaridade”.

“Esta combinação entre criatividade e consultoria é um novo paradigma no mercado, uma vez que em Portugal não existe nada do género”, assegura João Carvalho Oliveira, explicando que “em conjunto com a Deloitte, a nossa equipa beneficia do acesso a novas ferramentas, conhecimento profundo sobre vários sectores de indústria e análise de dados com insights valiosos para reescrevermos novas narrativas de marca, encontrar novas audiências e reagir ao contexto em tempo real”.

“Esta combinação de competências permite-nos apresentar aos clientes um portfólio alargado de serviços que vai muito além do serviço tradicional de consultoria. Adicionalmente estas componentes de criatividade e estratégia de marca são cada vez mais essenciais para um projecto de transformação de negócio”, completa Sérgio do Monte Lee, partner da Deloitte.

Ikea, Polestar ou Netflix são algumas das marcas trabalhadas pela agência a nível internacional, sendo que, no mercado português, a ACNE, através dos escritórios de Londres, foi responsável no último ano pela estratégia de reposicionamento da EDP nos territórios da música e do desporto. Em Portugal, recorde-se, a Deloitte integrou em 2018 as operações das agências digitais Wingman e Seara.

Deixe aqui o seu comentário