Pousadas de Juventude dos Açores apresentam nova marca

Por a 1 de Julho de 2020

Azores Youth HostelsAzores Youth Hostels é a nova marca que resulta de um processo de rebranding levado a cabo pelas Pousadas de Juventude dos Açores com o objectivo de reflectir o novo posicionamento do produto turístico, quer a nível nacional quer internacional. A marca, criada pela Pixy Collective, empresa baseada na ilha Terceira, “reflecte uma visão inovadora e de futuro” assente num “conceito de hostels com forte carácter, com três infraestruturas em edifícios históricos, modernos, sofisticados e com serviço direccionado às necessidades actuais de um mix de segmentos de clientes – o target mais jovem, mas também os solo travellers, nómadas digitais, casais e famílias”, explica-se em nota de imprensa.

“Para a nova equipa de gestão, o rebranding, não só em termos de marca, mas também de serviço e produto que queremos oferecer, era claramente prioritário e estratégico”, justifica Rosa Costa, directora executiva da Azores Youth Hostels, explicando que “a reestruturação da imagem e da marca foi pensada para posicionar a Azores Youth Hostels num patamar diferenciador e inovador, e com vista à comercialização no mercado internacional, nacional e local”. “Tal como os Açores são diferentes e exclusivos, a Azores Youth Hostels acompanhará todos os eixos que nos distinguem enquanto destino sustentável e único”, assegura a responsável.

A marca pretende assim funcionar como um hub das cinco pousadas de juventude dos Açores, dirigido a “viajantes do mundo global que viajam do mesmo modo e com os mesmos objectivos e necessidades, cuja intenção principal é a partilha de experiências e conhecimento entre estes e com a comunidade local”.

“O posicionamento de venda não é de venda de uma cama ou quarto, mas sim uma experiência de descoberta exclusiva e única no destino Açores”, refere a mesma nota de imprensa sobre a apresentação da nova marca ao mercado, que é acompanhada do lançamento de um novo site e de uma renovação da presença nas redes sociais.

Deixe aqui o seu comentário