Turismo vira-se para dentro e transforma VisitPortugal em VisitaPortugal (com vídeo)

Por a 16 de Junho de 2020

Tu PodesNuma inversão de papéis, são agora os turistas estrangeiros a dizer aos portugueses #TuPodes, Visita Portugal, numa nova campanha do Turismo de Portugal que aposta no turismo interno para a recuperação do sector. O conceito criado pela Partners reúne turistas de cidades como Londres, Nova Iorque, Paris, Madrid e Rio de Janeiro, que simbolizam os turistas internacionais que no contexto actual apenas podem sonhar em visitar Portugal, num convite aos portugueses para que voltem a descobrir os motivos que valeram ao país o título de Melhor Destino Turístico do Mundo.

Na campanha, que representa um investimento na ordem dos dois milhões de euros, a música Only You, dos The Platters, surge num filme produzido pela Blanche Filmes cantada em português pelos turistas que “sonham regressar a Portugal e, enquanto não o podem fazer, dirigem aos portugueses um apelo para que se deixem contagiar por essa vontade de explorar os sons, os sabores, as paisagens, o património e os afectos de Portugal”, descreve o Turismo de Portugal em nota de imprensa.

No ar até ao final deste ano, com planeamento de meios a cargo do Omnicom Media Group e presença em meios digitais, televisão, rádio e imprensa nacional e regional, a campanha terá ainda uma segunda fase em que serão os profissionais de turismo a convidar os portugueses a experienciar a sua oferta, “seja uma visita guiada a um museu, uma aula de surf, um passeio num parque natural, a descida de um rio, uma caminhada na montanha ou actividades numa quinta ou num enoturismo” através de mensagens como “#TuPodes, visitar o teu mar, o teu património, a tua cultura, a tua gastronomia”.

Para assegurar a conversão, ficará disponível no início do próximo mês uma plataforma digital de suporte que irá agregar uma oferta diversificada de inúmeras experiências turísticas em todo o país, com benefícios que visam promover o recursos a serviços de empresas de actividades turísticas, sendo que “a visibilidade que será dada aos serviços destas empresas vai também dinamizar o tecido empresarial das regiões e apoiar o esforço de comercialização destas empresas através de ofertas especificamente dirigidas ao turista nacional que não é o seu cliente habitual”.

Deixe aqui o seu comentário