Correio da Manhã junta-se à Fundação Amália Rodrigues para assinalar centenário

Por a 24 de Junho de 2020

395054_JORNAIS PAGINA_LIVRO OURO AMALIANuma parceria com a Fundação Amália Rodrigues, o Correio da Manhã vai assinalar o centenário do nascimento da fadista com a distribuição gratuita do Livro de Ouro – Amália. A obra, que inclui fotos e poemas inéditos de Amália Rodrigues, será distribuída em formato coleccionável num total de 20 entregas diárias a partir do próximo sábado, dia 27 de Junho.

“A oferta de O Livro de Ouro de Amália aos leitores do CM é uma oportunidade de fazer chegar ao maior número possível de pessoas a vida e a obra de Amália, uma das figuras mais importantes da cultura portuguesa no século XX”, afirma Joaquim Vicente Rodrigues, presidente da Fundação Amália Rodrigues, sublinhando que, “no ano do centenário do seu nascimento, Amália continua a projectar-se no século XXI como um mulher única, inspiração e referência para as novas gerações que vão descobrindo a sua voz e a sua personalidade”. “Este livro é um trabalho de investigação importante para dar a conhecer ainda melhor o vanguardismo de Amália e a sua contemporaneidade”, considera.

A primeira distribuição inclui o álbum de capa dura, sendo que, para completar este álbum, o leitor deverá coleccionar as gravuras e as folhas de autocolantes encartadas que diariamente vão acompanhar as edições do diário da Cofina até ao próximo dia 16 de Julho. A iniciativa está a ser comunicada através de uma campanha em imprensa (títulos da Cofina Media), televisão (CMTV, SIC e TVI), rádio (RR e RFM) e digital.

Deixe aqui o seu comentário