bet.pt, [nome inglês com style] e Arena Media entram no jogo.

Por a 17 de Junho de 2020
unnamed

bet.pt lançou a sua mais recente campanha neste regresso dos campeonatos. A campanha conta com a criatividade e produção da agência de Ricardo Araújo Pereira e Miguel Góis, [nome inglês com style], e serve, também, para reforçar a nova assinatura de marca: bet.pt — Entra no jogo!

Para o regresso dos campeonatos, a marca quis aproveitar o momento para mostrar aos seus clientes que está mais forte que nunca, explica Pedro Miguel Garcia, Head of Marketing da bet.pt : “era importante mostrarmos aos nossos jogadores e a todas as pessoas que entendemos aquilo que sentem quando colocam uma aposta. Demonstrar que entendemos a emoção de ganhar uma aposta. Com esta campanha mostramos mais uma vez que somos o operador que melhor entende aquilo que os nossos jogadores sentem.”

bet1Fazer uso de uma linguagem muito direta, mas também aspiracional, foi uma aposta estratégica, uma nova tática como nos diz Tiago Gama Rocha, Creative Strategist da [nome inglês com style]: “Juntamente com toda a equipa bet.pt, decidimos trabalhar de forma mais inteligente, com um humor distinto do que andávamos a fazer no último ano e meio. Um humor capaz de transmitir emoção e captar a atenção. Afinal, não é todos os dias que se tem a oportunidade de conceber uma nova assinatura de marca para um cliente. A anterior assinatura de marca da bet.pt ressaltava uma qualidade do produto – o facto de ele ser facilmente acessível. Porquê ir mais longe? Porque os clientes não recorrem à bet.pt porque é conveniente, porque simplesmente dá jeito. Não, os clientes devem recorrer à bet.pt porque precisam daquilo que ela lhes proporciona: a emoção-extra que uma aposta dá a um evento desportivo. Quem aposta, sabe que, de repente, um encontro entre os últimos classificados do campeonato turco parece a final da Champions.”

bet2

Quisemos, também, saber como foi produzir em tempos de pandemia:  “Que não haja dúvidas de que foi desafiante executar este projecto. Foi uma produção foi feita no início do período de “desconfinamento”, respeitando todas as normas de segurança sanitária impostas pela Lisboa Film Commission, e também esse foi um momento que gostávamos de ter vivido em slow motion. Sem o comportamento exemplar de toda a equipa na altura de produzir, e sem a compreensão do cliente, para todas as limitações do momento que estamos todos a vivenciar, a [nome inglês com style] não teria, certamente, encontrado soluções para continuar a comunicar.”,  revela João Rito, realizador da agência.

FILME:



 

Deixe aqui o seu comentário