Grupo de “editores excluídos” do apoio do Estado unem-se em comunicado

Por a 22 de Maio de 2020
marceloNove editoras enviaram hoje um comunicado conjunto para o Presidente da República, ministra da Cultura, secretário de Estado  do Cinema, Audiovisual e Media e presidentes da ERC e da API. No “Comunicado de Grupo de Editores excluídos do apoio do Estado à Comunicação Social”, as editoras questionam as entidades oficiais sobre os critérios que ditaram as escolhas realizadas. “Perante o público em geral queremos manifestar a nossa perplexidade pelo facto de não conseguirmos apurar os critérios que a Secretaria de Estado da Cultura e Media utilizou para escolher as referidas empresas. O único critério que se conhece tem a ver com o montante a distribuir pela imprensa local e regional”, dizem. “Na lista de entidades beneficiadas encontramos empresas proprietárias de canais de televisão generalistas e especializados, jornais e revistas generalistas e especializados. Em alguns casos empresas proprietárias de sites generalistas e empresas proprietárias de sites especializados”, prossegue o comunicado, que termina afirmando que “o critério de atribuição de dinheiros públicos exige, em nossa opinião, total transparência. É isso que reclamamos”.
Terra de Letras Comunicação, Masemba, RBARevistas Portugal, MoonMedia, Impala, Grupo V, Fast Lane II, How Media e Presspeople são as subscritoras do comunicado.

Deixe aqui o seu comentário