Definida a repartição da compra de publicidade estatal

Por a 19 de Maio de 2020

0000200005_page-0003O decreto-lei que define a repartição da compra antecipada de publicidade estatal foi publicado hoje em Diário da República. Os  11,250 milhões de euros em apoios, para os meios nacionais, vão ser repartidos por 13 grupos.

No topo a Impresa,  com um apoio de cerca de 3,5 milhões de euros. Segue-se a Media Capital, com 3,4 milhões. A Cofina surge na terceira posição, com 1,6 milhões, o Global Media Group vai receber pouco mais de um milhão e o grupo Renascença Multimédia 480 mil euros.

A Trust In News terá direito a receber 406 mil e o Público 314 mil euros.  A Sociedade Vicra Desportiva (jornal A Bola e Bola TV) receberá 329 mil euros e a Newsplex (Sol e do jornal i)  38 mil euros. A Megafin (Jornal Económico)  receberá perto de 29 mil euros euros e a Avenida dos Aliados (Porto Canal) 23 mil euros.

Por último, a Observador Ontime (Observador) vai receber perto de 20 mil euros e a Swipe News (Eco) perto de  19 mil euros.

Serão também distribuídos cerca de 2 milhões de euros por jornais regionais e 1,7 milhões por rádios regionais ou locais.

 

Deixe aqui o seu comentário