Cofina encerra a Máxima

Por a 15 de Maio de 2020

máximaA Cofina vai descontinuar a Máxima. “A decisão de deixar de publicar a Máxima, publicação de referência na moda e no lifestyle nacional desde 1988, prende-se com a evolução do consumo e do comportamento do leitor, bem como com a crise que os media atravessam e que se agudizou no contexto da pandemia”, diz o grupo liderado por Paulo Fernandes em comunicado. “A Cofina Media não pode deixar de agradecer a todos quantos, ao longo de mais de três décadas, deram o seu melhor, elevando a publicação ao patamar de referência no seu segmento”, prossegue o grupo, afirmando que  “continuará a apostar no segmento de moda e lifestyle, em moldes mais ajustados ao novo paradigma de mercado”.  A próxima Máxima, com capa de Junho, será a ultima a chegar às bancas. De acordo com o último relatório da APCT, referente a 2019, a revista vendeu em média 20.866 exemplares, uma quebra de 22% em comparação com o ano anterior. A circulação digital é de 1.037.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário