Quebra de audiência e receitas do cinema chegou aos 75% em Março

Por a 9 de Abril de 2020

cinemaOs cinemas portugueses registaram em Março quebras na ordem dos 75%, quer em volume de espectadores nas salas quer ao nível das receitas geradas, em comparação com o mês homólogo em 2019. É este o primeiro impacto da pandemia covid-19 sobre o sector, depois de o surto e a declaração de estado de emergência terem levado ao encerramento progressivo da salas de cinema nacionais até ao dia 18 do último mês, levando a uma quebra acentuada no número de espectadores e, consequentemente, das receitas de bilheteira.

Segundo os números agora divulgados pelo Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), contabilizaram-se em Março 254.673 espectadores na rede de exibição de cinema, número que traduz um recuo de 76,6% face ao mesmo mês em 2019, em que se registaram mais de um milhão de entradas. O mês encerrou com receitas de bilheteira a rondar 1,3 milhões de euros, uma queda para um valor quase cinco vezes inferior aos 5,8 milhões de euros alcançados em igual período do último ano.

Na análise trimestral, de acordo com os números disponibilizados pelo ICA, as salas de cinema nacionais somaram nos primeiros três meses deste ano cerca de 2,5 milhões de espectadores, uma descida de 18,7% face ao período homólogo em 2019, e receitas na ordem dos 13,7 milhões de euros, o que representa um recuo de 17,4% relativamente à receita bruta de bilheteira do trimestre homólogo.

Deixe aqui o seu comentário